Por conta da grave crise financeira, Parma cancela jogo contra a Udinese

Tradicional time italiano não paga salários da equipe de seguranças do seu estádio há oito meses

Por O Dia

Itália - Em grave crise financeira, o Parma, atual lanternar do Campeonato Italiano, precisou cancelar o jogo contra a udinese no próximo domingo, no estádio  Ennio Tardini, por falta de segurança. A decisão foi tomada após reunião entre a diretoria do clube, o prefeito Federico Pizzarotti, representantes da federação italiana (FIGC) e o presidente da união de jogadores, Damiano Tommasi.

O Parma, que foi adquirido recentemente pelo empresário Giampietro Manenti, não paga os oficiais de segurança dos jogos em casa (os chamados stewards) há oito meses, e eles queriam uma garantia de quitação da dívida para atenderem ao duelo. O diretor esportivo da Udinese, Cristiano Giaretta, confirmou a informação ao site TuttoMercatoWeb.

"Nós iríamos viajar para Parma, mas o jogo foi cancelado. Nós fomos informados pelo prefeito de Parma junto à Lega Calcio que a partida não seria disputada no domingo. Nós esperamos por mais detalhes, mas no momento essa é a situação", afirmou.

Antes mesmo de saber a decisão, o técnico Roberto Donadoni não deu o treinamento do Parma nesta sexta. Os jogadores, que também estão com seus salários atrasados, pressionam o novo dono para quitar a dívida.

Últimas de Esporte