Uma luz no fim do túnel

Mais de 100 pessoas foram presas antes de clássico do domingo

Por O Dia

Rio - De vez em quando no Brasil surge uma luz no fim do túnel que geralmente some depois. Nos acontecimentos anteriores de violência dos torcedores, especialmente em São Paulo, houve ação policial espalhafatosa, nada aconteceu, a Justiça soltou todo o mundo e os ‘torcedores’ voltaram à ação nefasta. Dessa vez, no Engenhão, a reação policial foi coordenada e eficiente. Mais de 100 prisões foram feitas e muita gente acabou no presídio de Bangu. Coincidiu com o desabafo do Secretário de Segurança, José Mariano Beltrame — e falou da solidão da Polícia que não pode acabar sozinha com a selvageria sem apoio paralelo. Que adianta prender se depois nada acontece? O futebol sofre com isso e vamos tentar não apenas continuar enxugando gelo.

Torcedores de Fluminense e Vasco deixaram na tarde desta segunda-feira a Cidade da Polícia e foram transferidos para o presídio Bangu 10Severino Silva / Agência O Dia

EXPERIÊNCIAS

Vanderlei continua em fase de experiências com nomes e esquemas no Fla. Depois de inventar três volantes contra o Madureira, terá desfalques em Pelotas, como Everton, e não se sabe o que irá arrumar. Será um treino puxado, contra adversário guerreiro, para pegar o Botafogo. Suas preocupações são os laterais, a definição do meio campo e a posição de Cirino no ataque.

BOAS NOVAS

Após vários jogos de mesmice e frustrações, o Vasco brindou sua torcida com atuações convincentes de dois jogadores, que deram a impressão de que vão emplacar. Julio dos Santos mostrou eficiência e boa noção de colocação, marcação e apoio. Gilberto deu lição de como deve se portar um atacante. É cedo para conclusões, mas dá para acreditar.

GOL DA ALEMANHA!

Nos estaduais acontecem fatos bizarros que pioram a imagem arranhada do nosso lendário futebol. Minas tem de destacado com o episódio do xingamento racista de um árbitro ao jogador Júnior Paraíba e, em jogo do Democrata, a mordida do cachorro de um policial no atacante João Paulo. Em vez de grandes gols por aqui, os europeus se espantam com isso. Gol da Alemanha!

GRANDE PERDA

Se confirmada, a ida de Jadson para o futebol chinês será um baque no esquema de Tite no Corinthians. Ele é muito talentoso e tem sido perturbado por transferências precipitadas e interferência de empresários. Nunca teve tempo para se firmar em um time e agora já deve bater asas. Sem ele, o Timão que se cuide na Libertadores.

Últimas de Esporte