No cenário perfeito, a união do basquete para o Jogo das Estrelas em Franca

Cidade 'inaugura' a parceria entre Liga Nacional de Basquete e Liga de Basquete Feminino: um marco para a modalidade

Por O Dia

Franca - O palco não poderia ser melhor. A capital do basquete é o lugar perfeito para celebrar a união entre a Liga Nacional de Basquete (LNB) e a Liga de Basquete Feminino (LBF) na realização do Jogo das Estrelas. Nesta sexta-feira e sábado, Franca vai reunir os principais astros e estrelas da modalidade no país no Ginásio do Pedrocão. O pontapé inicial do evento foi uma coletiva de imprensa, nesta quinta.

"Não teria lugar mais apropriado para este evento, pela primeira vez em parceria com a Liga Feminina. Isso é fundamental para o fortalecimento da modalidade como um todo e tende a massificação do basquete. Com mais divulgação, vamos conseguir aumentar o número de participantes e o basquete será mais forte. Este é o nosso objetivo", declarou Cássio Roque, presidente da LNB.

NBB e LBF estão lado a lado para a realização do Jogo das Estrelas 2015Fotojump/NBB/Divulgação

As duas entidades sempre dialogam em busca de melhorias para o esporte. Numa dessas conversas, surgiu a ideia de realizar, em conjunto, o Jogo das Estrelas. Uma oportunidade ímpar de ajudar no desenvolvimento da Liga Feminina, destacou Márcio Cattaruzzi, presidente da LBF.

"Estamos orgulhosos de poder participar e fazer juntos este evento, ainda por cima em Franca, terra do basquete e berço do basquete do Brasil nas últimas décadas. É uma satisfação estar aqui e participar da festa", afirmou Márcio.

Prefeito de Franca, Alexandre Ferreira deu as boas-vindas ao evento e brincou com o ala Léo Meindl, que vai defender o NBB Brasil e participar do Super Desafio BRA de Habilidades do Jogo das Estrelas.

"Eu joguei bola com o pai dele (Paulão, ex-atleta e atual membro da comissão técnica de Franca) e estudei com a mãe dele. Agora este rapaz deste tamanho vem jogando a bola que vem jogando...", declarou.

Léo Meindl foi o representante do time de Franca na coletiva de apresentação do Jogo das EstrelasFotojump/NBB/Divulgação

O Jogo das Estrelas é mais uma prova da ligação da cidade com o esporte. E surge como um marco de que o time de Franca vai superar os problemas financeiros que perturbaram o clube nesta temporada.

"Quando foi colocada a possibilidade de trazer o Jogo das Estrelas foi até para mostrar que Franca respira basquete, que tem uma torcida que entende e cobra. Somos uma cidade que respira basquete e enxerga a periferia, com os jogadores como espelho. Com isso, montamos ações sociais e hoje temos 2.500 crianças de periferia jogando basquete", disse.

Cria de Franca, Léo Meindl, de apenas 21 anos, não esconde a felicidade de poder defender as cores da cidade no Jogo das Estrelas: "É um momento especial. Eu nasci, cresci e sempre tive este sonho de disputar o Jogo das Estrelas aqui. Espero fazer um bom jogo. Vem sendo especial e quero aproveitar este momento."

Presidente Cássio Roque representou a LNB na coletiva do Jogo das EstrelasFotojump/NBB/Divulgação

A armadora Adrianinha, do América, também tem o DNA francano. Mais um talento revelado na cidade.

"Vai ser um momento inédito para mim, uma satisfação jogar na minha cidade. Além deste momento especial pessoalmente, é a hora de o basquete feminino pegar carona com o masculino e mostrar que está aí para crescer e quem tem condição para isso", disse Adrianinha, de 36 anos. Ela vai disputar o Super Desafio BRA de Habilidades e jogar pelo LBF Brasil no Desafio das Estrelas.

Programação

Sexta-feira

19h - Torneios Individuais

Super Desafio BRA de Habilidades (Masculino e Feminino)
Super Desafio BRA de Arremessos
Super Desafio BRA de 3 Pontos (Masculino e Feminino)
Super Desafio BRA de Enterradas

Sábado

13h15 - Desafio das Estrelas LBF (LBF Brasil x LBF Mundo)
16h - Jogo das Estrelas do NBB (NBB Brasil x NBB Mundo)

* O repórter viaja a convite da LNB

Últimas de Esporte