Oscar Schmidt pede saída de técnico Magnano: 'Já deveria ter ido embora'

Argentino comanda a seleção masculina desde 2010

Por O Dia

Oscar disse que o ciclo de Magnano terminouEfe

São Paulo - Principal ídolo do basquete masculino brasileiro, Oscar Schmidt cobrou a saída do técnico da Seleção Rubén Magnano. Para o 'Mão Santa', o argentino já deveria ter deixado o comando da equipe, cargo que ocupa desde 2010.

LEIA MAIS: CBB assina parceria para construção de CT para a seleção brasileira

"Já deveria ter ido embora. Não pode ficar a vida inteira. Vamos colocar outro. Existem grandes ex-jogadores, principalmente da minha geração, sem oportunidade", afirmou Oscar em entrevista à Rádio Bandeirantes.

“Houve um momento em que eu achava que deveria vir um estrangeiro para dar uma chacoalhada, já que o Brasil chegou ao fundo do poço ao ficar de fora de três Jogos Olímpicos. Mas ele já fez o seu papel”, completou.

Magnano chegou ao Brasil em 2010. A Seleção estava longe dos Jogos Olímpicos há 16 anos, não tendo participado das edições em Sydney (2000), Atenas (2004) e Pequim (2008). O argentino veio com moral, já que conquistou o ouro olímpico na Grécia e um vice-campeonato mundial em 2002, ambos pelo seu país. Sob o seu comando, o Brasil retornou aos Jogos em 2012, em Londres.

Últimas de Esporte