Após acidente, Alonso ironiza histórias sobre suposta perda de memória

Piloto usou sua conta no Twitter para comentar versões que diziam que ele estaria em 1995

Por O Dia

Espanha - O piloto Fernando Alonso usou sua conta no Twitter nesta sexta-feira para ironizar as histórias que inventaram após o acidente durante os treinamentos em Barcelona. As matérias publicadas na última quinta afirmavam que o espanhol teria perdido a memória e diziam que ele teria achado que estivesse no ano de 1995 e que era piloto de kart.

"Em alguns dias começa o campeonato e ficaremos sem "ficção científica", escreveu o piloto, que em seguida, incentivou as pessoas a mandarem mensagens com a hastag #DondoTeHasDespertadoHoy (onde você acordou hoje).

Fernando Alonso ironiza versão sobre perda de memória Efe

Em outra publicação, o bicampeão mundial afirmou que está se exercitando e se prepara para disputar o GP da Malásia: "Continuo correndo atrás...30 minutos de bicicleta, 30 de natação, 30 de academia. Malásia é uma das corridas mais exigentes, e estaremos 100%".

O piloto passou três dias na UTI após perder o controle do carro durante o treinamento em Barcelona. Ainda afastado por orientação médica após sofrer uma concussão, o espanhol ficará fora da abertura do Mundial, no próximo dia 15, na Austrália. 

O acidente de Fernando Alonso ainda gera dúvidas. De acordo com o chefão da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, a equipe McLaren se nega a fornecer mais informações a respeito da batida, que aconteceu dia 22 de fevereiro, nos testes de pré-temporada.

"O que realmente me surpreendeu é o que aconteceu, a causa para que eles tivessem de tomar essa decisão. É completamente inexplicável, inclusive para ele. A McLaren não quer discutir nada a respeito do acidente, então não há muito o que possamos fazer", ressaltou o dirigente à agência de notícias DPA.

A Federação Internacional de Automobilismo divulgou, logo após o acidente, que investigaria o caso. Porém, nenhuma conclusão foi oficialmente divulgada até o momento.

Últimas de Esporte