Técnico do Real Madrid responde vaias com ironia e diz ter apoio da diretoria

Torcida ficou na bronca com Carlo Ancelotti por conta de uma substituição contra no jogo contra o Villarreal

Por O Dia

Espanha - Vaiado durante o empate contra o Villarreal por 1 a 1 no último domingo, em jogo válido pelo Campeonato Espanhol, o técnico Carlo Ancelotti foi irônico ao responder a torcida do Real Madrid nesta sexta-feira, após ser acusado de não cobrar o elenco de forma mais dura por causa do tropeço em pleno Santiago Bernabéu.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e jogos: os destaques do futebol internacional

"Acho que tenho muita experiência com a 'mão dura'. Todos os anos desde que comecei como treinador, quando havia problema, me perguntavam isso. A 'mão frouxa' permitiu que eu ganhasse três Ligas dos Campeões", ironizou o treinador, defendendo seu estilo de trabalho em entrevista coletiva prévia ao duelo contra o Athletic Bilbao, neste sábado, no estádio San Mamés.

Carlo Ancelotti citou seus títulos para responder os torcedores do Real MadridReuters

Criticado pelos torcedores do Real quando substituiu o meia Isco pelo volante Asier Illarramendi faltando 16 minutos para o fim do jogo contra o Villarreal, Ancelotti afirmou que não se arrepende da mudança, porque ela era necessária para dar equilíbrio ao time.

"Me sinto respaldado pela (diretoria) do clube desde o primeiro dia que estou aqui. Temos vantagem no Espanhol, estamos bem na 'Champions'. Tenho confiança total nesta equipe, que ganhou muitos títulos no ano passado. Estou convencido que, no fim, nós faremos outra excelente temporada", afirmou.

Ancelotti afirmou que quer manter a confiança do grupo em alta, especialmente nos próximos quatros jogos, considerados cruciais para as pretensões do clube.

Além do Athletic, o Real enfrenta o Levante antes do clássico contra o Barcelona pelo Espanhol, no Camp Nou.

Na principal competição continental, a equipe decide em casa a vaga nas quartas de final contra o Schalke 04.

"Estou acostumado com as críticas. Não é a primeira semana que as recebo e não será a última. Isso não muda a atitude da equipe", minimizou o treinador, destacando que o grupo não foi afetado pelas vaias, treinando normalmente para enfrentar o Athletic.

Últimas de Esporte