Basquete: O sucesso e o desejo da Liga

Presidente da LNB, Cássio Roque revela planos e admite surpresa com a rapidez da consolidação da entidade no Brasil

Por O Dia

Rio - De 2008 para cá, o NBB se consolidou, a LDB — torneio sub-22 — chama atenção e a Liga Ouro, divisão de acesso, está na segunda edição. A parceria com a NBA é mais um feito da Liga Nacional de Basquete. A rapidez do sucesso impressiona até mesmo os dirigentes.

Presidente da LNB%2C Cássio Roque revela o principal sonho da entidadeFotojump / LNB / Divulgação

"O momento que vivíamos no basquete em 2008, quando criamos a Liga, tudo o que queríamos era ter união entre os clubes para fazer um campeonato organizado e, de repente, em sete anos, chegar a este nível de organização e desenvolvimento surpreendeu, mas isso é fruto da união de um grupo de idealistas. Naquela ocasião, talvez estivéssemos buscando a mesma coisa de maneiras diferentes. O sucesso da Liga foi a partir do momento em que encontramos um ponto convergente. O segredo é esta palavrinha união", diz Cássio Roque, presidente da LNB.

A parceria com a NBA tornou a Liga autossuficiente, de acordo com o dirigente. No Jogo das Estrelas, a NBA conseguiu patrocínios para o evento. A dobradinha empolga o presidente da LNB: "Estamos felizes e satisfeitos com este início de parceria. Na verdade, o trabalho em conjunto está bem incipiente. Começamos as primeiras reuniões agora, teremos outras mais para a frente. A participação da NBA na realização no Jogo das Estrelas, com ajuda de patrocínio, já demonstra o interesse que a NBA tem. Esta parceria tem tudo para dar certo."

O próximo objetivo da Liga é ainda mais ambicioso, revela Cássio Roque.

"O desejo é que a Liga torne os clubes autossuficientes. A Liga tem de ser fomentadora de recursos para os clubes. Não só de recursos, mas de modelo de gestão mais profissional, de conseguir recursos e a própria Liga fornecer estes recursos, que é o modelo da NBA. O grande patrocinador dos times é a própria liga. Uma vez que a Liga tiver o poder de dar este respaldo, ela terá condições de estabelecer certas regras de equilíbrio que venham a dar mais emoção para esse produto crescer como um todo. A Liga, na medida que conseguir se estruturar a ponto de dar apoio aos clubes para que se tornem permanentes, será a razão da nossa existência. O dia que conseguirmos isso estaremos realizados", declarou.

Últimas de Esporte