Por pedro.logato

Rio - Mesmo em campo neutro, a torcida do America se sentiu em casa em Moça Bonita, em Bangu, e fez uma bonita festa na primeira partida oficial do clube em 2015. Além de bandeiras vermelhas e brancas e uma animada bandinha, os alvirrubros traziam consigo a esperança de um futuro melhor para o Mecão, que a quatro anos seguidos amarga a segunda divisão do Campeonato Carioca. Além disso, alguns torcedores mais fanáticos pediram uma ajuda espiritual para tentar tirar o América do sofrimento. Esse é o caso de João Paulo, de 63 anos, que a cada tempo da partida acendia uma vela para 'abrir os caminhos" do seu time de coração. Dentro de campo, o Diabo ficou no 2 a 2 contra a equipe do Audax

Apesar da festa%2C o América só empatou contra o AudaxCarlos Moraes

"Essa vela é pra tirar a macumba que jogaram no América, a seis anos que o time não vence um grande em Edson Passos. Mas esse ano eu tenho certeza que nos vamos ser campeões para sair desse sofrimento! O América é muito grande para disputar a segunda divisão do carioca", afirmou.

Porém a estreia na competição não foi aquela que todos desejavam, pois o América empatou em 2 a 2 com o Audax Rio, Leo Rocha e Enric fizeram para o Mecão e Denilson e Rafael Azevedo deixaram tudo igual para um público de 631 expectadores. Mesmo com o gosto amargo de não estrear com uma vitória, os americanos gostaram da postura da equipe em campo, que conta com veteranos como Somália, Abedi, Vagner Diniz e Jorge Luiz, todos com passagens pelos grandes do Rio.

"Quando o time está bom, o torcedor acompanha em qualquer lugar, é só ver o público que está aí hoje. Esse time tem uma previsão boa, a nossa torcida é que emplaque e que vá bem longe. Se o time engrenar a torcida vem", disse o eletricista André Luiz, de 63 anos

Torcida americana invadiu Moça BonitaCarlos Moraes

DE VILÃO A HERÓI

O lateral esquerdo Enric viveu um carrossel de emoções em menos de 30 minutos no gramado de Moça Bonita. Quando o jogo estava 1 a 0 América, aos 4 do segundo tempo ele fez a falta que originou o Pênalti, cobrado por Denilson, que deu inicio a reação do Audax. Porém aos 30, quando o Audax vencia por 2 a 1, o mesmo Enric fez um belo gol em jogada individual, e salvou a equipe da Zona Norte.

Você pode gostar