Jamaal, pronto para ser decisivo

Armador do Macaé herda do pai o amor pelo basquete e a coragem necessária para receber a última bola dos jogos

Por O Dia

Rio - Jamaal Smith herdou do pai, o ex-NBA Robert Smith, mais do que a paixão pelo basquete. O armador do Macaé também tem no sangue a coragem necessária para receber a última bola e decidir os jogos. Jamaal já brilhou em momentos cruciais, como na recente vitória sobre o Minas, quando fez oito pontos na prorrogação e ajudou o time a empatar a série do playoff do NBB.

Jamaal é um dos destaques do Macaé. À direita%2C o armador com o paiDivulgação e Arquivo Pessoal

“Eu via meu pai e ele sempre pedia a última bola quando era preciso. Eu fazia isso quando jogava na escola e na universidade. É uma coisa normal para mim. Então busco ajudar o time desta maneira”, disse o norte-americano.

O técnico Léo Costa já sabe a quem recorrer para o último arremesso. É bola no Jamaal. Ele estará pronto para tentar decidir e dar a vitória ao Macaé.

“Eu posso acertar, mas posso errar também. Eu acertei contra o Flamengo e o Basquete Cearense, mas contra o São José eu não consegui e contra o Franca era para acertar de três, mas foi de dois. Eu penso que quando falta pouco tempo para acabar, eu tenho controle e equilíbrio para isso. Eu sempre penso em me colocar à disposição para isso. Fico tranquilo. Quanto a ser 'clutch', não sei. Eu penso mesmo em jogar”, avisa o armador.

Outro segredo de Jamaal é a força da torcida de Macaé: “É sempre uma motivação a mais.”

Macaé embalado

Pela primeira vez no playoff do NBB, o Macaé conseguiu um histórico triunfo sobre o Minas, em Belo Horizonte, e igualou a série melhor de cinco das oitavas de final. Agora está 1 a 1.

Nos braços da torcida%2C Jamaal comemorou a cesta da vitória no jogo contra o Basquete CearenseRaphael Bózeo / Macaé / Divulgação

“A vitória sobre o Minas foi muito importante. Precisamos do emocional e da confiança bem fortes. Para mim, o Macaé é um time muito bom. Porém, a gente se classificou na 12ª posição e eles ficaram em quinto. Se tivéssemos ido lá sem confiança, poderíamos perder os dois jogos e ficaria difícil. Mas basquete é jogado e por isso fizemos um bom jogo. Precisávamos de confiança e tivemos. Agora é manter o mesmo nível aqui”, diz Jamaal.

O Macaé fará dois jogos seguidos em casa - o primeiro é nesta quarta-feira, às 19h30. O mando de quadra é um trunfo do time para garantir a vaga nas quartas de final do Novo Basquete Brasil.

“Precisamos estar focados e a primeira coisa é defender bem. Temos de jogar com muita intensidade e força. Precisamos pensar bem na defesa e jogar ofensivamente como temos feito”, destacou Jamaal.

Últimas de Esporte