Walter desaparece e deixa Furacão na mão

Com problemas no contrato, jogador não é encontrado e irrita cúpula do Atlético-PR

Por O Dia

Paraná - O cardápio do atacante Walter ganhou mais um prato indigesto. O jogador, que na semana passada rescindiu o contrato com o Fluminense, não deu as caras no Atlético-PR, que o aguardava na segunda-feira para a apresentação oficial. Seu primeiro treinamento seria nesta terça, no CT do Caju, mas ele não foi encontrado pelos dirigentes. Alguns deles, visivelmente contrariados com a situação, admitem que o negócio pode até melar.

Walter já trouxe irritação na chegada ao FuracãoReprodução Internet

Walter estaria no Rio tratando de detalhes de sua mudança e da transferência. O treinador Enderson Moreira, que trabalhou com o jogador no Goiás, revelou que ainda existem problemas contratuais envolvendo o Fluminense e o Porto, de Portugal, dono dos direitos federativos, e que o vínculo com o novo clube não teria sido assinado ainda.

“Esperávamos que isso seria resolvido o quanto antes, mas nós não podemos contar com aquilo que não está oficializado. São coisas contratuais e isso cabe à direção do clube. Talvez depois ele possa falar, mas está indo bem”, garantiu Enderson, que tinha esperança de escalar Walter no jogo de hoje contra o Remo, pela Copa do Brasil.

Na semana passada, Walter viajou até Curitiba, no dia seguinte à vitória do Fluminense sobre o Madureira, pelo Campeonato Carioca, e chegou a publicar em uma rede social uma foto ao lado do empresário Teo Constantin e do diretor do Atlético-PR, Paulo Carneiro, para confirmar a sua transferência.

Últimas de Esporte