Ronaldinho descarta aposentadoria e diz viver o melhor momento no México

Ao desmentir os rumores sobre deixar os gramados, o craque também afirma ter se adaptado ao ritmo do futebol mexicano

Por O Dia

México - O meia Ronaldinho Gaúcho, jogador do Querétaro, negou nesta sexta-feira os rumores sobre uma possibilidade de deixar o futebol no final da temporada e afirmou que vive seu melhor momento desde a chegada ao México.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e jogos: os destaques do futebol internacional

"Não tem nada de verdade nisso que disseram sobre minha aposentadoria no final da temporada", resumiu o craque em entrevista coletiva concedida em um hotel da capital do país.

Ronaldinho afirmou que é sempre especial voltar ao estádio Azteca, onde sempre foi muito bem recebido pelo povo mexicano e será palco da partida deste sábado entre Querétaro e América.

"Estou no meu melhor momento desde que cheguei e muito contente por estar aqui. Jogar em um estádio (o Azteca) onde todos os jogadores querem atuar é muito bom", acrescentou.

Ronaldinho afirmou que continuará jogandoDivulgação

O jogador, que chegou ao futebol mexicano em setembro do ano passado, disse que foi surpreendido pela notícia de sua aposentadoria e destacou que está concentrado em dar o melhor de seu futebol aos 'Gallos Blancos'.

"Vencemos várias partidas seguidas e estou fazendo o que eu sei fazer: dar assistências", afirmou Ronaldinho, acrescentando que tem como meta terminar o Torneio Clausura do Campeonato Mexicano como o jogador que mais deu passes para gol.

O presidente esportivo do Querétaro, Joaquín Beltrán, explicou que acompanhou Ronaldinho na coletiva para demonstrar o apoio da diretoria do clube e enterrar de vez o rumor de que o atleta pode pendurar as chuteiras em breve.

"Eu sei que ele se sente bem e nós temos a intenção de que cumpra o ano de contrato que ainda lhe resta", explicou o dirigente. O craque disse que após passar por um período de adaptação se acostumou com o ritmo do futebol jogado no país e está mais entrosado com os companheiros.

"Faltava esse tempo e mais jogos. Agora vou seguir trabalhando já que o que me motiva é conquistar títulos. Fiz isso em todas as equipes nas quais joguei e quero continuar aqui para conquistar algo", afirmou, destacando a vontade de enfrentar o América.

"É uma partida que me motiva. É sempre bom jogar contra as grandes equipes, nos grandes estádios e com muita gente nas arquibancadas. O jogo chega em uma boa hora", finalizou.

Ronaldinho terá bastante trabalho se quiser levar o Querétaro ao título do Clausura. A equipe ocupa a 11ª colocação, com 17 pontos conquistados em 13 rodadas, sete atrás do líder Chivas Guadalajara.

Últimas de Esporte