Um palco especial para Fischer

O armador foi MVP no Pedrocão em Jogo das Estrelas

Por O Dia

Rio - O Pedrocão não assusta o Bauru. O ginásio vira motivação a mais nos duelos com Franca — o primeiro jogo será na sexta-feira, às 20h. O palco é especial para Ricardo Fischer. Lá, o armador foi o MVP do Jogo das Estrelas, em março. Agora, quer ajudar o Bauru a bater o adversário nas quartas de final do NBB. A série está 1 a 1.

No Pedrocão, Fischer foi o MVP do Jogo das Estrelas. Agora, volta ao ginásio no playoff do NBBDivulgação

“Tenho ótimas lembranças no Pedrocão. Sempre gostei de jogar lá, um ginásio cheio de história. Já ganhei playoff com São José e Bauru. Tomara que isso se repita”, diz. Fischer não brilhou na casa de Franca apenas no Jogo das Estrelas. Na fase de classificação do NBB, ele foi decisivo para a vitória de Bauru. O triunfo é inspiração e serve como exemplo.

“Mostra que temos total capacidade de vencer lá. Temos atletas experientes que sabem jogar sob pressão”, afirma Fischer. O armador, de 23 anos, alerta para um aspecto que Bauru tem de evoluir para conseguir vencer o adversário: “O principal é começar melhor o jogo. Começamos muito mal nos dois jogos em Bauru e tivemos de correr atrás”.

AS REFERÊNCIAS

Fischer está sempre de olho em feras da posição: “Pelo estilo parecido, Chris Paul , da NBA. Na Europa, Spanoulis e Teodosic.” Ver basquete é obrigatório: “Minha mulher até brinca. ‘Basquete de novo?’ Vejo principalmente o europeu. Eles são mais táticos, bem talentosos. Lá não tem muito físico, como na NBA.”

Últimas de Esporte