O gênio volta a assombar

Lionel Messi teve grande atuação contra o Bayern

Por O Dia

Rio - Quando a 15 minutos do fim o grande clássico do planeta já dava uma impressão de 0 a 0, eis que Messi, de fora da área, começou a mudar a história do jogo e, possivelmente, da própria competição. Uma queda de corpo e um chute certeiro, no canto esquerdo de Neuer. O Bayern, então, avançou e permitiu espaços que o Barça não encontrara antes. Logo depois, o drible desmoralizante em Boateng seguido da cavadinha perfeita. E o show foi completo quando Messi, no fim, deixou Neymar livre para fechar um 3 a 0 que praticamente define a parada. Antes da apoteose, o clássico foi tenso, de muita marcação. Houve muito equilíbrio, até porque são dois grandes times que se nivelavam, mas, no fim, prevaleceu o craque. O Bayern sentiu a ausência de Robben e Ribéry.

Messi fez dois gols em cima de NeuerReuters

AS DÚVIDAS

A Seleção tem duas dúvidas para que se bata o martelo em relação ao time titular. No meio, no lugar de Oscar, três candidatos: Philippe Coutinho, Everton Ribeiro e Robinho, que pode ser recuado. Se houver a ideia de renovar, os dois primeiros saem na frente, principalmente o meia do Liverpool, em grande fase. No ataque, só o tempo decidirá entre Tardelli e Firmino.

O ILUMINADO

São apenas quatro os jogadores da Seleção que atuam por aqui. Dois são goleiros, posição ainda não tão valorizada no exterior para os brasileiros. Outro é Robinho, que já esteve no exterior, está no fim da carreira, embora jogando bem, e é um talismã. Apenas Elias está em plena evolução e pode se orgulhar da rara lembrança.

NOVA ERA

Magno Alves pode bem ser um sinal dos novos tempos no Flu — talvez uma era de vacas magras. Ele já viveu tempos gloriosos no Tricolor, brilhou em clubes do Nordeste e pode voltar como reforço disputando espaço com Fred. O problema é que, se o titular anda às voltas com lesões, o possível reforço também não convence como solução definitiva. A torcida que se prepare.

APREENSÕES

Presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira considera a volta à Série A fundamental para que as finanças se resolvam nos próximos anos. A torcida tem certo receio, mas, com o elenco atual e uns poucos reforços, o time precisará apenas atuar com a mesma vontade do Carioca para se manter no G-4. Não parece missão difícil, mas exigirá atenção.

Últimas de Esporte