Por renata.amaral

Rio - O ano de 2015 é especial para o Macaé. Após a boa campanha no Campeonato Carioca, em que terminou em sexto lugar, o clube, de apenas 24 anos, tem se dedicado à preparação para subir mais um degrau na escalada rumo ao sucesso. Neste sábado, o atual campeão da Série C fará sua estreia na Série B do Campeonato Brasileiro, contra o Santa Cruz. É a primeira vez que o Macaé disputa a Série B. De olho no acesso à elite do futebol nacional, o Alvianil Praiano contratou oito jogadores, além do técnico Marcelo Cabo, que comandou o time nas últimas quatro rodadas do Estadual.

"Eu cheguei faltando quatro rodadas para o fim do Carioca. Já conhecia bem a equipe, mas não tinha tempo hábil para implementar minha filosofia, porque logo terminou o campeonato. Após isso, tivemos 30 dias para trabalhar na formatação da equipe para a Série B. Chegaram sete atletas novos e tivemos um tempo ideal para avaliar a parte física, técnica e tática", disse o treinador.

Além do técnico, chegaram ao clube para integrar o time mirando a segunda divisão o goleiro Bruno Miranda, o lateral-direito Henrique, o zagueiro Thiago Cardoso, os meias Vitinho e Fernando, e os atacantes Anselmo, Giovani e Caique.

Marcelo Cabo comanda a equipe do Macaé desde o fim do Campeonato CariocaDivulgação

Um dos principais atletas do Macaé, o goleiro Ricardo Berna reforçou a importância da chegada do técnico ao clube e do seu trabalho com o elenco. Com passagem por Náutico e Fluminense, clube que defendeu por oito anos, o jogador de 35 anos leva a experiência vivida em grandes clubes para ser referência entre os seus companheiros.

"A gente vem se preparando há algumas semanas. Todo o grupo se adaptou muito bem à metodologia de trabalho do Marcelo. Sabemos que a Série B é um campeonato difícil, precisa de muito empenho o ano todo. Conseguimos montar um grupo que tem todas as condições de enfrentar qualquer equipe e fazer bons jogos. Pela primeira vez estamos figurando entre os 40 melhores clubes do país. Espero poder utilizar a experiência que vivi em grandes clubes para contribuir com o trabalho que vai ser realizado", disse Berna.

Ricardo Berna é um dos destaques do MacaéDivulgação

Focados em alcançar o acesso à Série A do Brasileirão, o Macaé terá disputas difíceis na Série B. O time do Norte Fluminense encontrará um adversário já conhecido na competição: o Botafogo. Com a disputa acirrada na Série B, o diretor executivo do clube, Gustavo Mendes, afirmou que a permanência na Segunda Divisão é um dos objetivos do clube.

"Todo mundo entra querendo o acesso. Temos de almejar sempre o melhor. Por outro lado, acho que para um clube que subiu ano passado, que tem a primeira experiência, uma permanência tranquila também será um bom resultado. Acredito que uma boa disputa é importante", disse Gustavo, reforçando a ideia principal do treinador macaense.

"Eu trabalho em cima de metas. Temos três dentro desta competição. A primeira é se manter na Série B, a segunda é ficar entre os dez primeiros e a terceira é o acesso. Vamos passo a passo, atingindo cada uma para chegar ao nosso objetivo final", afirmou Marcelo Cabo.

O primeiro jogo do Macaé na Segunda Divisão será contra o Santa Cruz, do Recife, neste sábado, às 16h30, no Moacyrzão.

Reportagem de Renata Amaral

Você pode gostar