Nadal vai às oitavas; Serena Williams e Murray abandonam o Masters de Roma

Espanhol venceu John Isner. Americana reclamou de dores no cotovelo e britânico acusou o cansaço

Por O Dia

Itália - O tenista espanhol Rafael Nadal venceu nesta quinta-feira o americano John Isner, atual 17º do Ranking da ATP, por 6-4, 6-4 e avançou para as oitavas de final do Masters 1.000 de Roma A partida, de 1 hora e 19 minutos de duração, era a sexto contra o americano, de quem Nadal já tinha vencido as cinco anteriores.

LEIA MAIS: Basquete, vôlei, tênis e muito mais: acompanhe os esportes olímpicos

O próximo rival do espanhol será o vencedor do duelo entre o suíço Stan Wawrinka, oitavo favorito, e o austríaco Dominic Thiem. Nadal chegou a Roma depois de ter sido derrotado na final do Masters de Madri pelo britânico Andy Murray, segundo cabeça-de-chave, por 6-3 e 6-2 em uma hora e 28 minutos.

Em Roma - torneio que Nadal ganhou sete vezes e onde no ano passado perdeu a final para o sérvio Novak Djokovic -, o espanhol compete como sétimo do mundo, seu ranking mais baixo nesta década.

Rafael Nadal passou pelo americano John IsnerEfe

Com dores no cotovelo, Serena Williams abandona torneio. Murray acusa o cansaço

Serena Williams reclamou de dores no cotoveloEfe

A americana Serena Williams anunciou nesta quinta-feira em entrevista coletiva a desistência do torneio de Roma, em que enfrentaria a compatriota Christina McHale pelas oitavas de final, devido a dores no cotovelo.

"Não foi uma decisão fácil de ser tomada, mas preciso pensar no restante da temporada, e eu e meu treinador achamos melhor assim. Já na semana passada (em Madri) eu não pude jogar como desejava. Aprendi com erros do passado e agora sei quando é melhor parar", declarou a líder do ranking da WTA.

Com a desistência de Serena, McHale, proveniente do qualifying, já está entre as oito melhores em Roma e espera a vencedora do jogo entre a suíça Timea Bacsinszky e a russa Daria Gavrilova.

A desistência da número 1 do mundo não foi a primeira na capital italiana nesta quinta. No masculino, o britânico Andy Murray, que na semana passada foi campeão do Masters 1000 de Madri, alegou cansaço para perder por W.O. para o belga David Goffin.

"Sempre quis jogar o torneio de Roma, mas meu corpo está cansado. Preciso de um descanso", disse Murray, embora tenha assegurado não temer "lesões graves a longo prazo."


Últimas de Esporte