Surfista brasileiro Raoni Monteiro é suspenso por 20 meses por doping

World Surf League (WSL) não informou a substância na qual o atleta brasileiro foi flagrado nos exames

Por O Dia

O exame de Raoni apontou o uso de uma substância que melhoraria sua performance%2C mas que não foi divulgada pela WSLReprodução Instragram

Rio - O surfista brasileiro Raoni Monteiro, que disputa a principal divisão do esporte, o WCT, foi suspenso pela World Surf League (WSL) depois de ser flagrado em um exame antidoping. O atleta foi suspenso por 20 meses e ficará longe das competições até agosto de 2016.

LEIA: Não teve tempestade nesta quinta: brasileiros são eliminados do Rio Pro

"Cometi um erro sem querer, mas há regras para serem seguidas e eu as violei. Estou pensando em trabalhar forte nesse tempo sem competir, voltar ao meu melhor e competir novamente no ano que vem" disse Raoni Monteiro no comunicado divulgado pela WSL.

Segundo a WSL, Raoni Monteiro acusou positivo para o consumo de drogas que melhoram a performance. O surfista cooperou na investigação feita pela Direção Disciplinar da liga. Brasileiro admitiu que a utilizou as substâncias que estavam prescritas por um fisioterapeuta.

Essa é a segunda vez que um surfista brasileiro é suspenso pela WSL. Em 2005, o catarinense Neco Padaratz foi suspenso por um ano ao ser pego em um exame antidoping.

Últimas de Esporte