Tribunal Superior Espanhol transfere 'caso Neymar' para Barcelona

Dirigente catalães são acusado de sonegar 13 milhões de euros da transferência feita com o Santos

Por O Dia

Transferência de Neymar para o Barcelona ainda está gerando investigações na EspanhaReuters

Espanha - O Tribunal Nacional decidiu transferir o caso que investiga supostas irregularidades na contratação de Neymar por parte do Barcelona aos tribunais de Barcelona, segundo nota divulgada nesta sexta-feira.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e jogos: os destaques do futebol internacional

A decisão foi tomada após o juiz José de la Mata decidir nesta mesma semana abrir um processo contra o ex-presidente do clube Sandro Rosell, seu sucessor Josep María Bartomeu e o clube Barcelona por supostos crimes contra a Fazenda e administração ilegal na contratação do brasileiro.

No total, Bartomeu, Rosell e o clube foram acusados de fraudar cerca de 13 milhões de euros em impostos (R$ 43,8 milhões). 

Bartomeu era vice-presidente no comando de Sandro Rosell quando Neymar saiu do Santos para a equipe catalã em 2013, em um acordo complexo que envolvia vários contratos entre o jogador e seu pai.

Tanto Bartomeu como Rosell negaram terem cometido qualquer irregularidade na contratação do brasileiro. Rosell saiu do cargo devido a alegações de que o clube não pagou milhões de euros em impostos na administração de 2011, 2012 e 2013, dizendo que queria proteger a imagem da instituição.

Últimas de Esporte