Dani Alves não revela se fica no Barça, mas diz: 'Estou com um pé e meio fora'

Contrato do jogador com o clube termina no dia 30 de junho

Por O Dia

Espanha - A novela entre Barcelona e Daniel Alves ganhou mais um capítulo nesta segunda-feira. O jogador não revelou o que pretende fazer ao fim da temporada, quando o contrato com o clube catalão terminar, mas afirmou que está 'com um pé fora' da equipe atual.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e jogos: os destaques do futebol internacional

"Agora mesmo que estou 200% dentro da equipe. Dentro do clube, tenho dúvidas. Acredito que não esteja nem 10%. Repito: Estou 200% dentro da equipe e com um pé e meio fora. Não podemos confundir. Um pé, um corpo e a cabeça fora do Barcelona", disse.

O brasileiro e o clube catalão não chegam a um acordo sobre a permanência ou não do lateral. Dentre os 17 títulos que conquistou desde que chegou no Barça, em 2008, Dani Alves tem duas Ligas dos Campeões, e pode ainda vencer a terceira. O Barcelona faz a final deste ano contra a Juventus, no dia seis de junho.

Daniel Alves não revelou se vai sair ou não do BarcelonaEfe

"O clube não me valoriza. Sempre disse que gostaria de ficar no Barça, mas não a qualquer preço. E não é por dinheiro. Mas penso que mereço respeito, porque o que fiz nesta posição ninguém fez. Para mim, não é questão de dinheiro. Creio muito no meu profissionalismo. Não sinto que estou chantageando o clube. Apenas defendo o que é meu", afirmou.

Daniel Alves tem sido cotado para vestir a camisa de diversos times europeus, como o Paris Saint-Germain e Juventus. O contrato do brasileiro com o Barça termina no dia 30 de junho.

"Não vale a pena comparar as ofertas do Barça e de outros clubes. O Barça perderia de goleada. Só penso nos momentos lindos que estamos vivendo, atuar com esses jogadores, com o staff, com essa gente que nos rodeia. É uma honra ser jogador desse clube. Mas não posso esperar para decidir sobre minha vida. Depois da final da Champions, eu decidirei o que vou fazer. Não vou deixar meu futuro nas mãos dos outros. Ninguém vai decidir o meu futuro", concluiu.

Últimas de Esporte