Por jessica.rocha

Rio - Acostumado a jogar nas quatro linhas e fazer gols, Petkovic parece querer outro rumo para a sua vida profissional após a aposentadoria. O sérvio, que se formou em gestão, agora investe em sua carreria de técnico ou dirigente, e afirmou que está à disposição de novas propostas.

Em entrevista, Pet admitiu que já recebeu sondagens de alguns clubes e confessou que alguns nomes seriam o Vasco, que o teria procurado antes de fechar com Doriva. De acordo com o ex-jogador, o Flamengo também teria o especulado antes de anunciar Cristóvão Borges nesta quarta-feira.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

Petkovic almeja novos passos junto ao futebolRafael Arantes / Agência O Dia

"Diretamente comigo não (teve negociação), até teve conversa com o meu representante ontem e anteontem, mas comigo não. Estava me preparando para isso quando deixei de ser jogador, optei por outra profissão como técnico ou dirigente, me formei em gestão na Federação Espanhola, tive experiência dirigindo o Atlético-PR e foi excelente, um grande incentivo para decidir ser técnico. Tentei esse ano, tive várias conversas com o Vitória, como todos sabem, Criciúma, e no início do ano cheguei a falar com o Vasco, com o diretor Luiz Moreira, mas não deu certo. Agora teve a sondagem do Flamengo, chegaram a falar com o Eduardo Uram, mas a hora vai chegar", afirmou Pet em entrevista à Seleção SporTV. 

Livre no mercado, Petkovic foi questionado sobre a decisão do Rubro-Negro em ter fechado com Cristóvão Borges. O sérvio desejou sorte ao novo comandante do Fla, que já foi seu treinador nos tempos em que atuava no Vasco. 

"Não deu no Flamengo, Cristóvão está confirmado, boa sorte a ele, é um bom técnico, um amigo meu, foi meu técnico quando era auxiliar do Ricardo Gomes (no Vasco). É gente muito boa. Qualquer outro clube que queira apostar em capacidade e num técnico promissor, estou à disposição", finalizou.

 

Você pode gostar