Ainda tem muita gente solta

Escândalo nos bastidores do futebol está longe do fim

Por O Dia


Rio - Esse jogo de dominó em que se transformou o escândalo da Fifa ainda vai derrubar nomes ilustres e há poucas dúvidas de que Jérôme Valcke será uma das principais vítimas. No Brasil, já passou da hora de a Polícia Federal e o Ministério Público mostrarem mais eficácia em termos práticos. Sabe-se que Ricardo Teixeira está sendo investigado há muito tempo e movimentou centenas de milhões de dólares em negócios suspeitos. E, no caso de Del Nero, basta um levantamento de sua atividade nas décadas em que trabalhou bem afinado com Teixeira e José Maria Marin. Além deles, por que não aumentar o foco em muitos cartolas de clubes que — sabe-se bem — enriqueceram no futebol?A época é a melhor possível para passar a limpo o futebol.

José Maria Marin foi preso na SuíçaEfe

MAIS UMA CHANCE

Entre os medalhões, Vanderlei foi o que conseguiu recolocação mais rápida. Mas ele já ficou por muito tempo no desvio por conta de fiascos seguidos. O Cruzeiro ainda é refúgio seguro pelo seu histórico no clube e por coincidir com a mentalidade conservadora dos dirigentes, que não hesitaram em queimar Marcelo. Pode ser a chance final do ‘pofexô.’

HORA DE DECOLAR

O Flu está em boa posição não apenas na tabela, mas no ânimo do time para decolar a partir de hoje no Brasileiro. Contra Corinthians e Flamengo, já se viu um grupo mais motivado e até Fred tem exaltado o trabalho de Enderson Moreira. Alguns garotos, como o talentoso Gerson, já empolgam e o Coritiba no Rio não assusta.

TUDO ERRADO

O Vasco prosseguiu ontem a sua catastrófica campanha no Brasileiro. Deu tudo errado: gol antes do primeiro minuto, pênalti perdido, goleiro expulso. A pequena torcida vaiou e pediu um time. Só que, nessas situações, pode sobrar para o técnico Doriva, o menos culpado. O Vasco se afunda na zona da degola, e a Ponte Preta se firma no G-4.

ABENÇOADO

Há coisas que só acontecem ao Botafogo também para o bem. Com atuação sofrível diante do Paraná e prejudicado pela expulsão lamentável de Arão (além dos vacilos de Pedro Rosa), o time já comemorava um bom empate quando uma bola vadia de Pimpão decretou a vitória santa. Três pontos improváveis.

Últimas de Esporte