Dunga avalia vitória contra o México e evita comparações com time de Felipão

Brasil venceu amistoso por 2 a 0, com gols de Philippe Coutinho e Diego Tardelli

Por O Dia

Dunga orienta os jogadores do Brasil na vitória diante do México, em partida amistosaReuters

São Paulo - Neste domingo, o Brasil venceu o México em um amistoso preparatório para a Copa América por 2 a 0, gols de Philippe Coutinho e Diego Tardelli. O técnico Dunga avaliou a atuação da equipe brasileira e evitou comparações com Luiz Felipe Scolari, antigo treinador da Seleção.

LEIA MAIS: Diego Tardelli celebra gol na vitória contra o México e busca vaga de titular

"Cada treinador tem uma forma de jogar, de atuar. A minha é tentar tirar o melhor de cada jogador. Qualidade só não é suficiente, temos de ser competitivos. Escolho os jogadores assim. Se eles (rivais) marcam e correm, temos de marcar e correr. Com a bola, temos qualidade. Jogar em casa depois da Copa tinha grande ansiedade nossa. Tinha torcedor com paciência bastante limitada, cobrança muito grande e sabíamos que tínhamos de reverter. Felizmente isso aconteceu pelo trabalho dos jogadores dentro de campo", disse Dunga, que também fez um panorama deste período de trabalho antes da Copa América e também comemorou o reencontro com a torcida brasileira.

LEIA MAIS: David Luiz comemora vitória no reencontro com a torcida brasileira

"O grupo está muito motivado. Nos treinos o grau de dificuldade é enorme, estou muito feliz. Essa vitória veio para trazer a proximidade com o torcedor. Os jogadores estavam ansiosos, queriam dar respostas e tinha preocupação como a torcida reagiria. São Paulo é uma grande praça, foi bom para dar confiança para quem entrou e para quem vem jogando. Isso faz a gente competitivo", completou.

LEIA MAIS: No 1º amistoso preparatório para a Copa América, Brasil vence o México

A seleção brasileira retorna aos gramados na quarta-feira, para um amistoso, desta vez contra Honduras, no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, às 22h.

Últimas de Esporte