Curry brilha, Golden State bate o Cavs e fica a uma vitória do título da NBA

LeBron anota mais um triplo-duplo, mas não impede derrota

Por O Dia

Estados Unidos - O Golden State Warriors conseguiu neutralizar mais uma atuação magistral de LeBron James e se impôs no quinto duelo das finais da NBA, disputado neste domingo na Oracle Arena, em Oakland, com uma vitória por 104 a 91 sobre o Cleveland Cavaliers, o que deixa a franquia californiana a apenas um triunfo do título, já que lidera a série por 3 a 2.

Stephen Curry voltou a ser decisivo para o time da cidade de Oakland ao anotar 37 pontos, 17 deles apenas no último quarto, e com direito a sete bolas de três, enquanto James foi o cestinha do jogo 40 pontos, além de 14 rebotes e 11 assistências, seu sexto triple-double nas finais da NBA e o segundo nesta série.

LEIA MAIS: Basquete, vôlei, tênis e muito mais: acompanhe os esportes olímpicos

Apenas Magic Johnson conseguiu mais triples-doubles na história das finais, com oito em 50 partidas. A marca do 'King' é de seis em 32 jogos.

Curry, além de ser o principal anotador do time da casa, conseguiu sete rebotes e quatro assitências. O armador foi seguido por Draymond Green, com 16 pontos, nove rebotes (todos defensivos), e seis assistências, enquanto Andre Iguodala marcou 14 pontos e anotou oito rebotes, sete assistências e três roubadas de bola.

O brasileiro Leandrinho, com 13 pontos e dois rebotes, e Klay Thompson, com 12 pontos, completaram a lista de jogadores do Golden State com pontuação de dois dígitos, enquanto Harrison Barnes foi o destaque no jogo dentro do garrafão com dez rebotes.

Stephen Curry foi destaque na vitória do Golden State WarriorsEfe

Já pelos Cavs, além de LeBron, também se destacaram Tristan Thompson, com um double-double de 19 pontos e dez rebotes, e J.R. Smith, com 14 pontos e sete rebotes. Iman Schumpert, com dez pontos, completou a lista de quatro jogadores dos Cavs com números de dígitos duplos.

Após um início tímido, com quase três minutos sem um único ponto de ambas as equipes e com cinco turnovers do Cleveland em apenas cinco minutos, James arregaçou as mangas e, decidido a deixar qualquer hesitação para trás, não demorou a apresentar seu show na quadra.

O ala foi responsável, através de cestas e assistências, por 19 dos 22 pontos de sua equipe no primeiro quarto e de 43 dos 50 até a chegada do intervalo, tudo graças à estratégia "small-ball" , com um quinteto sem pivôs de função, com a qual o treinador dos Cavs, David Blatt, respondeu ao esquema montado por seu adversário, Steve Kerr, que também apostou em um time mais baixo e rápido, que acabou surpeendendo o Cleveland no jogo quatro.

Enquanto os Warriors apostavam nessa estratégia para abrir o jogo e dar mais espaço para seus arremessadores, os Cavaliers respondiam com um quinteto no qual James, a principal referência da equipe, era o jogador mais alto e atuava como pivô na defesa.

A fórmula funcionou e o Cleveland conseguiu abrir uma boa vantagem em dois momentos do segundo período (31 a 26; 37 a 30) graças a James e a J.R. Smith, que esteve preciso nos arremessos de longa distância, com quatro cestas em sete tentativas de fora do perímetro em apenas 16 minutos.

No entanto, Curry tirou da cartola duas bolas de três seguidas que, com a contribuição de Leandrinho, que marcou nove de seus 13 pontos nessa parcial, fizeram com que os anfitriões chegassem ao intervalo com um ponto de vantagem (51 a 50).

A estrela dos Cavs já se aproxiamava do triple-double (20 pontos, oito rebotes e oito assistências) e a única coisa que faltava para seu time dominar o rival era impedir seus contra-ataques.

As coisas melhoraram para os Cavs quando o ritmo do jogo caiu bastante no terceiro quarto, devido ao trabalho intenso das defesas. No entanto, mesmo com o bom trabalho de Tristan Thompson pelo time de Ohio, os Warriors emplacaram uma sequência de 13 a 4 na reta final desse período, abrindo uma vantagem de seis pontos (73 a 67).

No último período, o Cleveland começou com tudo e conseguiu o empate (75 a 75), com duas cestas de LeBron, uma de fora do perímetro, e outra bola de longa distância de Schumpert. O jogo seguiu equilibrado, com James marcando pelos Cavs, enquanto os 'splash brothers' (Curry e Klay Thompson) respondiam para os donos da casa.

A dupla de armadores do Golden State anotou duas bolas de três consecutivas e contou com o auxílio de Iguodala, com cinco pontos seguidos, para ampliar a vantagem até que o próprio Curry fez outros cinco pontos, deixando os Warriors com dez à frente no marcador e faltando pouco menos de três minutos para o fim do jogo.

O Cleveland sentiu o golpe e não conseguiu reunir forças para tentar uma reação, enquanto Curry seguia pontuando para deixar seu time na liderança da série.

Com isso, os Warriors precisam de apenas um vitória nesta terça-feira, em Cleveland, para conquistar seu primeiro título em 40 anos. Caso contrário, a sétima e decisiva partida acontecerá na sexta-feira, em Oakland.

Últimas de Esporte