Luto no futebol: Zito, bicampeão mundial com o Brasil, morre em Santos

Volante fez parte de um dos melhores times brasileiros de todos os tempos e também revelou craques como Neymar

Por O Dia

São Paulo - O futebol brasileiro perdeu mais um de seus craques. José Ely de Miranda, conhecido como Zito, faleceu aos 82 anos, neste domingo, em Santos. O velório será realizado nesta segunda-feira, no Memorial Necrópole Ecumênico, no Marapé, em Santos, das 8h às 11h. Depois, o corpo vai para Roseira, cidade natal do ex-volante. A causa da morte não foi informada. Zito fez história com a camisa do Santos e da seleção brasileira, sendo bicampeão mundial, em 1958 e 1962.

Zito fez história com a camisa da seleção brasileira e a do SantosEfe

O ex-volante atuou pelo Santos entre 1952 e 1967, com 727 jogos e 57 gols. Ao lado de Pelé, Coutinho & Cia, formou um dos times mais vitoriosos do futebol brasileiro, sendo bicampeão mundial em 1962 e 1963. Pela Seleção, também fez história. Além de disputar e ganhar as Copas de 58 e 62, disputou o Mundial de 1966.

No ano passado, Zito sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e ficou internado por mais de 30 dias. Após o problema, ele recebia cuidados e precisava de enfermeiro.

Zito não foi apenas um craque com a bola no pés, mas também se notabilizou pelo talento em descobrir jogadores. Ele trabalhou nas categorias de base do Santos e descobriu duas feras: Robinho e Neymar.

"Não tenho palavras para descrever este cara, simplesmente agradeço tudo que fez por mim. Obrigado, Zito", postou Neymar.

Últimas de Esporte