Golden State Warriors fatura o título e Brasil tem o segundo campeão da NBA

Leandrinho repete o feito de Tiago Splitter, pivô do San Antonio Spurs, e ajuda o time a bater o Cleveland Cavaliers

Por O Dia

Estados Unidos - Com 50 pontos combinados de Stephen Curry e Andre Iguodala, o Golden State Warriors se tornou o novo campeão da NBA ao vencer nesta terça-feira, fora de casa, por 105 a 97, o Cleveland Cavaliers, no sexto jogo das finais, fechando a série em 4 a 2. Os dois jogadores anotaram 25 pontos cada e foram os principais nomes do ataque dos Warriors, que se mantiveram à frente no marcador desde o primeiro quarto, com uma parcial de 28 a 15.

LEIA MAIS: Basquete, vôlei, tênis e muito mais: acompanhe os esportes olímpicos

Curry também conseguiu oito assistências, seis rebotes e três roubadas de bola, além de uma atuação decisiva na reta final, com 13 pontos apenas no último quarto.

Já Iguodala também anotou cinco rebotes, cinco assistências e duas roubadas de bola, mas seu grande mérito foi marcar LeBron James, que, apesar de ser o "melhor do mundo", como o próprio jogador dos Cavs havia dito após o jogo 5, não conseguiu levar sua equipe ao primeiro título de sua história diante do melhor jogo coletivo dos Warriors.

Golden State Warriors derrotou o Cleveland Cavaliers nas finais e conquistou a temporada 2014/2015 da NBAFoto%3A EFE

Durante toda a temporada, o Golden State não perdeu nenhuma partida quando liderava por 15 pontos de vantagem no primeiro quarto (57-0). O bom desempenho de Iguodala nas finais, o grande fator surpresa do técnico Steve Kerr, foi coroado com o título de Jogador Mais Valioso (MVP) das finais.

"Toda a equipe fez um trabalho incrível e o mais importante é que confiaram em mim, independente de se eu começava como reserva ou titular", declarou Iguodala no final da partida. "É incrível ter o título de campeão da liga e o prêmio de MVP" das finais.

Iguodala só foi escalado como titular a partir do quarto jogo da série, com a dura missão de marcar o super astro dos Cavaliers e impedir que o mesmo conquistasse seu terceiro título da liga.

James, com 32 pontos, 18 rebotes e nove assistências, voltou a ser o grande destaque individual da partida e líder indiscutível dos Cavaliers, ficando muito próximo de um novo triple-double, que seria o terceiro da série e quarto em sua carreira nas finais, mas seu esforço solitário não foi páreo para o trabalho coletivo da melhor equipe da NBA durante toda a temporada.

O astro dos Cavaliers, que perdeu quatro das seis finais da NBA que disputou, tentou fazer de tudo, inclusive dar vida para sua equipe durante o segundo quarto, diminuindo uma diferença de mais de dez pontos para apenas dois na chegada do intervalo (45 a 43). No entanto, seu esforço foi inútil, já que os Warriors reagiram no terceiro período para chegar ao último com uma vantagem de 73 a 61 no placar.

A determinação dos jogadores dos Warriors para chegar ao título ficou evidenciada pela maneira como a equipe se comportou na última parcial, já que seus jogadores anotaram nada menos que quatro de cinco chutes de três pontos.

Os Cavaliers também sabiam que tinham que lutar, mas por uma causa perdida, porque a parcial era amplamente desfavorável para a equipe, pois o Golden State liderava por 94 a 81, a menos de cinco minutos para o fim.

Mesmo assim, o time de Ohio se negou a baixar a cabeça e seguiu na luta, conseguindo diminuir a diferença para quatro pontos, faltando 30 segundos de jogo, com duas bolas de três de J.R. Smith. No entanto, o Golden State manteve a cabeça fria, com Curry e Iguodala marcando em lances livres os pontos que garantiram o título.

LeBron James não conseguiu levar seu time à vitória da NBAFoto%3A EFE

Além de Curry e Iguodala, o ala Draymond Green também se consagrou como um jogador crucial para a equipe californiana ao anotar um triple-double de 16 pontos, 11 rebotes e dez assistências, além de três roubadas de bola e um toco.

A conquista também foi especial para Leandrinho Barbosa, que está na liga americana desde 2003 e se tornou o segundo brasileiro a levantar o troféu de campeão na história da NBA. Barbosa esteve em quadra no jogo decisivo por 15 minutos e contribuiu com cinco pontos, três rebotes, duas roubadas de bola e uma assistência.

Agora, Leandrinho se juntou ao pivô Tiago Splitter, que levantou o caneco no ano passado com o San Antonio Spurs, como os únicos brasileiros na galeria dos jogadores com um anel de campeão.

Já os Cavaliers acabaram sentindo no final o peso de desfalques importantes sofridos durante toda a temporada, como o armador Kyrie Irving e ala-pivô Kevin Love, que se lesionaram durante os playoffs, e o brasileiro Anderson Varejão, que se machucou na temporada regular.

Assim, pela segunda vez em sua história, a franquia de Ohio fica sem o título de liga, depois que foram varridos pelos Spurs em 2007 (4-0). Com isso, permanece o longo jejum de títulos esportivos na cidade de Cleveland, já que as últimas conquistas de uma franquia da cidade foram em 1948, no beisebol, e em 1964, no futebol americano, quando o Super Bowl ainda não existia.

Os homens altos dos Cavs - Timofey Mozgov (17 pontos, 12 rebotes, quatro tocos) e Tristan Thompson (15 pontos, 13 rebotes) - até que tentaram ajudar James, mas seus esforços não foram suficientes, assim como os de J.R. Smith (19 pontos), para resistir ao poder ofensivo dos Warriors, que voltaram a quebrar a defesa dos Cavaliers com os arremessos de fora do perímetro.

O time californiano fechou a competição com chave de ouro, já que, além do título, teve a melhor marca da liga na temporada regular (67-25), os títulos de Jogador Mais Valioso (MVP) para Stephen Curry (temporada regular) e Andre Iguodala (finais), e de Treinador do Ano para Steve Kerr, que também se tornou o primeiro técnico novato a conquistar a liga desde o lendário Pat Riley, com o Los Angeles Lakers, em 1982.

Últimas de Esporte