Alonso admite que deverá perder posições no grid do GP da Áustria

Troca de motor deve custar caro ao piloto espanhol

Por O Dia

Fernando Alonso deve ser prejudicado no grid do GP da ÁustriaReuters

Áustria - O espanhol Fernando Alonso, da McLaren, admitiu nesta quinta-feira que espera ser punido com perda de posições no grid de largada do Grande Prêmio de Áustria, graças a troca do motor de seu carro.

"Será um pouco difícil, um GP em que mudaremos algumas coisas. Sairemos nas últimas posições para pagar penalização. É o que resta, pois não temos algumas das peças disponíveis para correr, portanto, só nos restava fazer essa troca", disse o duas vezes campeão mundial da categoria, já no circuito de Spielberg.

Alonso não detalhou todas as mudanças de componentes que acontecerão na McLaren que ele guia, mas afirmou que certamente haverá troca no motor de combustão, para que se inicie o trabalho nos treinos livres com nova unidade.

O espanhol afirmou, no entanto, que espera outros carros sendo punidos pelo mesmo motivo, mas admitiu certa desvantagem porque o circuito austríaco não é o que propiciará melhor rendimento para a escuderia inglesa.
"Melhor fazer a troca aqui, pois é um circuito desfavorável. Este Grande Prêmio vai ser um teste para nós. O carro mudou e temos que ter respostas confiáveis de quanto melhoramos o carro, quando acabar a corrida, na tarde de domingo (hora local). Se isso implica sair entre os últimos, o mais importante é ter respostas", avaliou.

Alonso, que segundo declarações à revista "Autosport", disse que admitia a possibilidade de largar todas as corridas dos boxes, ignorando os resultados até o fim da temporada, para só focar no desenvolvimento do carro, hoje apresentou discurso menos pessimista, mas realista com as más condições da McLaren em 2015.

"Estamos onde esperávamos. Antes de começar a temporada, as expectativas eram altas, não há dúvida, mas após os testes de inverno e a primeira prova, na Austrália, estar onde estamos agora é quase um milagre", disse.

O espanhol adiantou ainda que terá um novo pacote aerodinâmico no GP da Áustria, o que não acontecerá com o companheiro de equipe, o britânico Jenson Button. Ele rechaçou qualquer polêmica, revelando que isso já era previsto desde o início da temporada.

"Irei utilizá-lo por duas razões: uma porque na China havia um pacote novo e ele o utilizou, portanto, desta vez sou eu. Segundo porque ficarei na semana que vem para fazer teste neste circuito e queria ter um pouco mais de informação e de ter impressões na corrida para o teste", explicou o piloto.

Últimas de Esporte