Neymar ainda precisa aprender

Craque está no caminho certo, mas não totalmente pronto

Por O Dia

Rio - Na Copa do Mundo ele mostrou bom futebol, mas não foi decisivo e acabou derrubado por uma jogada violenta. Depois, a sua sombra perturbou a Seleção no trágico 7 a 1. Na Copa América, solitário, mostrou nervosismo após a convincente estreia. A instabilidade emocional provocou reclamações seguidas contra a Colômbia, bolada no adversário e xingamentos pesados ao árbitro. Todos falam de sua imaturidade, mas já era para Neymar usar mais a cabeça. Ele e os seus fãs não podem alegar que sofre uma caçada em campo e é castigado por atitudes não violentas — há distorção nesse raciocínio. Neymar ainda tem o que aprender e vamos esperar que se acalme nos jogos espaçados das Eliminatórias, mesmo sob marcação dura. Caso contrário, não será um profissional completo.

Neymar está fora da Copa AméricaEfe

CAIU DO CAVALO

Eurico Miranda era mais esperto em outros tempos e dificilmente seria derrubado pela simples promessa de um jogador. Ele só deveria anunciar Léo Moura com aquela arrogância depois do negócio fechado, mas se precipitou na ânsia de acalmar a torcida. A contratação de Ronaldinho está longe de estar garantida. O Vasco nada em dinheiro para tantos negócios?

TUDO CONFUSO

É preciso cautela antes de se tirar conclusões sobre as denúncias sobre cartolas e árbitros na Conmebol. Parece briga de bandidos e há gente interessada em derrubar adversários internos. Sabe-se que Julio Grondona era mafioso mas, ao mesmo tempo, Carlos Amarilla era um árbitro competente e parecia íntegro. Virou um reles larápio do apito?

VALE MUITO

Fluminense e Ponte Preta fazem jogo bem interessante, no Maracanã, e não vai ter moleza pra ninguém. A Ponte briga para entrar no G-4 e o Flu, em caso de vitória, encosta por lá. Vem animado com a possível volta de Fred, nem tanto por Marlon e não há garantia de estabilidade. O Flu conta com melhores valores, mas a Ponte é mais organizada e altamente competitiva.

VALOR ABSURDO

O Botafogo rescindiu com Marcelo Mattos — que era útil ao time — porque recebia R$ 240 mil por mês! Já imaginaram um clube que sua sangue para sobreviver gastar esse dinheiro com um jogador apenas guerreiro, mas quase sempre lesionado? Esse é um exemplo de muitos nesse enlouquecido e irresponsável futebol brasileiro. Gol da Alemanha.

Últimas de Esporte