Americano frustra a Portuguesa e fatura o returno da Série B do Carioca

Time de Campos força a realização de um triangular final

Por O Dia

Rio - A tarde deste sábado tinha de tudo para ser de festa para torcedores de Portuguesa e América no Estádio Luso-Brasileiro, na Ilha, que sonhavam em ver seus clubes de volta à Série A do Campeonato Carioca. Mas o Americano roubou a cena. Venceu a Lusa por 2 a 1, faturou o título do returno da Segundona e forçou a realização de um triangular final para saber quem será o campeão e os dois clubes que terão o direito de disputar a elite em 2016.

A festa foi do Americano na Ilha do GovernardorJoão Laet / Agência O Dia

A Portuguesa precisava só de um empate para se sagrar campeã estadual e voltar à Primeira Divisão depois de nove anos. Torcedores do América estavam camuflados na multidão e torcendo muito para o time da casa, já que também estaria com o acesso garantido em caso de um título luso.

Único torcedor que conseguiu driblar a segurança e entrar no estádio com a camisa rubra, o aposentado Oswaldo Fernandes, 75 anos, empunhou a bandeira da Portuguesa, mas no fim teve de lamentar a derrota. Ele, no entanto, ainda acredita em ver seu time de volta à Série A.

“É muito ruim depender de outro time. Eu torci muito, mas não deu. Queria comemorar o acesso, mas infelizmente a Portuguesa não nos ajudou. Nada está perdido. O Mecão ainda tem chances, que venha o triangular”, garantiu Oswaldo.

Torcedor do América%2C Oswaldo reforçou o coro pela Portuguesa%2C mas não deu certoJoão Laet / Agência O Dia

Apesar de manter viva a chance do acesso, o time rubro terá que suar a camisa se quiser voltar à Série A. No triangular final, Portuguesa e Americano começam com um ponto, por terem vencido um turno, enquanto o América começa zerado na disputa, que começa no próximo sábado.

“Agora é outro campeonato. Estava tudo certo, mas futebol tem dessas coisas. Tinha uns cinquenta americanos aqui apoiando a Portuguesa e prontinhos para fazer a festa. Agora, será cada um por si. Temos uma desvantagem, mas o América é um time de guerreiros”, afirmou o aposentado Elias Índio, 68 anos.

O militar reformado Ricardo Serafim disse que seria ótimo ver o retorno de dois times tradicionais à elite. “São dois clubes que nunca deviam ter caído para Segunda Divisão. Quem sabe agora a gente conquiste o acesso em Edson Passou”, finalizou.

Últimas de Esporte