Léo Moura envia carta pedindo desligamento de clube norte-americano

Lateral-direito não sabe se poderá atuar em equipe do Brasil

Por O Dia

Rio - Após toda a polêmica envolvendo a sua transferência de volta ao futebol brasileiro, o lateral-direito Léo Moura divulgou em seu perfil do Instagram, uma carta de despedida do Fort Lauderdale Striker. O atleta alegou problemas pessoais para deixar a equipe dos Estados Unidos.

Léo Moura se despediu de clube norte-americanoReprodução Instragram

"Por razões pessoais e familiares, Eu, Leonardo da Silva Moura, não possuo mais condições de continuar prestando meus serviços como atleta profissional de futebol para este clube, a partir desta data", afirmou.

Léo Moura disse que tomou a decisão independente do fato de ser capaz de defender outro clube durante esta temporada. As regras da Fifa impedem que um jogador defende três clubes em uma mesma temporada. O atleta pede ainda na carta que o clube norte-americano emita o seu Certificado de Transferência Internacional e o considere atleta livre para alguma equipe ao qual venha a jogar no futuro.

Saída do futebol dos Estados Unidos

Após três meses atuando no clube norte-americano, Léo Moura decidiu retornar ao Brasil porque o irmão da sua esposa, Camila, está com câncer. O jogador chegou a sondar uma possibilidade de retorno ao Vasco, negociação que inclusive chegou a ser dada como sacramentada pelo presidente vascaíno Eurico Miranda. No entanto, Léo Moura resolveu voltar atrás. O motivo teria sido as pressões sofridas principalmente através das redes sociais. O Coritiba também se interessou pelo atleta, mas o negócio esfriou após o conhecimento da impossibilidade do lateral defender um terceiro clube.

Últimas de Esporte