Jogos da Baixada empolgam em Meriti

Voleibol e natação agitam Sesc, que teve muito esporte, diversão e mudanças na classificação geral

Por O Dia

Rio - O Sesc de São João de Meriti ficou pequeno com a disputa da terceira etapa dos Jogos da Baixada 2015, que ocorreram no último fim de semana com provas de natação e partidas de voleibol. O forte calor na região ajudou a garotada a se jogar na água com mais prazer no sábado e contribuiu para as partidas de voleibol serem ainda mais quentes.

Com o fim das modalidades em Meriti, metade dos jogos já foi realizado. Se terminassem hoje, Duque de Caxias seria o grande campeão, com Queimados em segundo e Nova Iguaçu em terceiro.

Daqui para frente, restam outros três fins de semana. Em Magé, Nova Iguaçu e Queimados, respectivamente. Além dos esportes de sábado e domingo, a 18º edição já contou com futebol de campo, futsal, atletismo e handebol. Nos dias 11 e 12 de julho é a vez do handebol masculino sub-14 e sub-17 sacudir Magé.

Equipe de Duque de Caxias vence no masculino sub-14 e resultado ajuda cidade a assumir a ponta Fred Borba

RESULTADOS EM MERITI

Na natação, que aconteceu no sábado com provas de sub-14 e sub-17 masculinas e femininas, várias cidades conseguiram se destacar. No sub-14 feminino, Duque de Caxias levou a melhor e deixou a prata para Queimados e o bronze para Belford Roxo. Já no sub-17 feminino, Nova Iguaçu garantiu o ouro, seguido pelas equipes de Duque de Caxias e Belford Roxo.
No masculino sub-14, Queimados subiu ao lugar mais alto do pódio deixando Duque de Caxias em segundo e Itaguaí com o terceiro. No sub-17, Caxias foi ouro, Nova Iguaçu levou o vice e Itaguaí ficou com mais um terceiro.

Mas as pancadas do voleibol também fizeram parte dessa etapa, com partidas no sábado e domingo. Meninos e meninas do sub-14 participaram e quem levou a melhor foi Nova Iguaçu (feminino) e Duque de Caxias (masculino), os dois maiores vencedores dos jogos. Queimados conquistou a prata e Japeri o bronze no feminino. Além da medalha de ouro, Nova Iguaçu também levou com a escolha do melhor técnico e atleta. No masculino, Japeri mais uma vez chegou ao pódio, com o segundo lugar, e Queimados, em terceiro. Assim como o feminino, a equipe vencedora (Duque de Caxias) teve o melhor técnico e atleta.

Prefeito de Japeri, Timor acredita que os resultados relevantes conquistados pela cidade refletem a vocação de esportes do município e fomento da atual gestão para a prática.

“Os resultados demonstram a preocupação do nosso governo em incentivar o esporte e a educação. Este ano, realizamos em Japeri três competições de ponta: a terceira etapa da Copa Rio de Ciclismo, o 1º Campeonato de Voo Livre, e o 1º Torneio Aberto de Footgolfe, inédito no país”, afirma. Como o nome diz, a modalidade mistura os esportes de futebol e golfe e vem fazendo adeptos pelo mundo.

Meninas de Nova Iguaçu conquistam o ouro no sub-14 e cidade empata com Queimados em segundoFred Borba

Timor ressalta ainda a importância dos Jogos da Baixada para os atletas de Japeri. “É muito importante para os jovens de Japeri poder mostrar o seu potencial num evento como este, que dá visibilidade e oportunidade de uma troca de experiências. Vejo a felicidade e a alegria que toda a cidade vem recebendo esses bons resultados, que são importantes para a autoestima de nossos jovens atletas. Com este evento, o Jornal O Dia marca mais um gol de placa na vida dos jovens da Baixada”.

CIDADE ABANDONA JOGOS

Em decisão inusitada, o município de Mesquita abandonou a 18º edição dos Jogos da Baixada. Com a atitude, mais de 300 jovens da cidade deixam de participar das competições promovidas pelo O DIA e Instituto Ary Carvalho. Nesses 18 anos, os jogos proporcionaram um caminho para a cidadania através da prática esportiva a cerca de 5 milhões de pessoas, se tornando o maior evento socioesportivo da região.

A medida de deixar os jogos foi comunicada por meio de nota enviada pelo secretário adjunto da Secretaria de Esporte e Lazer, senhor Douglas Mucciolo, alegando não concordar com a decisão tomada pela organização, que ratificou a vitória de Nova Iguaçu no futsal masculino sub-17 por 2 a 0 . O município ponderou, logo após o jogo, que um dos atletas de Nova Iguaçu era morador de Mesquita. Contudo, a organização acatou o resultado obtido na quadra.

A organização dos Jogos da Baixada entende os argumentos de Mesquita, porém julga que a decisão afeta diretamente – e apenas – os meninos e meninas inscritos no evento, que tem como objetivo proporcionar a vivência de um ambiente que simula as maiores competições profissionais do país, com a participação de árbitros de ponta, distribuição de uniformes e kits alimentação, mas que, principalmente, tem como central a formação de valores positivos em cada um dos jovens.

Mais uma vez, a organização lamenta que em 2015 não será possível atuar junto aos jovens atletas de Mesquita.

Reportagem de Raphael Vaz Teixeira

Últimas de Esporte