Surfe é incluído no Pan e Brasil poderá ser representado por 'Brazilian Storm'

Esporte passará a ser disputado no Pan-Americanos de 2019. Nova safra de surfistas, encabeçada por Gabriel Medina, é promessa de medalhas para o país na disputa

Por O Dia

Canadá - Os Jogos Pan-Americanos de 2019, em Lima (Peru), incluirão pela primeira vez o surfe no programa de competições, disse nesta terça-feira à Agência Efe o presidente do comitê organizador do evento, Luis Salazar.

"Será a primeira vez que os Jogos terão 28 esportes olímpicos e 9 pan-americanos, aos quais se uniu o surfe", explicou Salazar após a conclusão da cerimônia de hasteamento da bandeira do Peru na vila dos Jogos Pan-Americanos de 2015, em Toronto (Canadá).

"O surfe está crescendo muito no mundo todo, não só no Peru. Nos interessa porque é um esporte que ajudou jovens de todo tipo de condição social", indicou.

Gabriel Medina foi campeão mundial em 2014Reprodução Instragram

Salazar destacou também que é a primeira vez que o programa esportivo dos Jogos Pan-Americanos é divulgado com quatro anos de antecedência, o que facilitará a preparação dos atletas.

O surfe se somará aos 28 esportes olímpicos e 9 pan-americanos: beisebol, softbol, karatê, esqui aquático e wakeboard, raquetebol, squash, ciclismo BMX, patinação sobre rodas e boliche.

Os Jogos Pan-Americanos de 2015 começaram com a primeira rodada do polo aquático em suas categorias masculina e feminina, apesar de a cerimônia de abertura estar marcada para a próxima sexta-feira.

Últimas de Esporte