Surfistas brasileiros perdem e vão para a repescagem na etapa de Jeffreys Bay

Na primeira fase da etapa da África do Sul, os representantes do Brasil não foram bem e terão que disputar a segunda fase

Por O Dia

África do Sul - A etapa do Mundial de Surfe de Jeffreys Bay, na África do Sul, começou após dois dias de atraso. Aos brasileiros, ficou a sensação de que a competição poderia ter sido adiada novamente. Todos os representantes do Brasil perderam ainda na primeira fase e foram direto para a repescagem.

LEIA MAIS: Basquete, vôlei, tênis e muito mais: acompanhe os esportes olímpicos

Miguel Pupo e Alejo Muniz entraram na água juntos, para disputar a vaga com o australiano Julian Wilson, que venceu e mandou os brasileiros para a segunda fase, válida pela repescagem da competição.

Mineirinho foi para a repescagem em J-BayDivulgação

Filipe Toledo também não conseguiu mostrar seu surfe que o sagrou campeão de duas etapas no ano, e caiu diante do californiano Dane Reynolds. Já Adriano de Souza, o Mineirinho, foi bem e alcançou 13.24 pontos, mas ficou apenas em segundo lugar na bateria, sendo desbancado pelo americano Kolohe Andino, com 14.03.

Gabriel Medina, que até o momento não venceu nenhuma etapa, começou liderando a disputa, mas foi vencido por Joel Parkinson, duas vezes vencedor de J-Bay.

Tomas Hermes, que entrou na competição para substituir o lesionado John John Florence, perdeu para Mick Fanning. Wiggolly Dantas não foi páreo para Adrian Buchan. E Jadson André ficou atrás de Freddy Patacchia Jr. por apenas 0.30, na bateria disputada com o também brasileiro Italo Ferreira.

O destaque positivo da primeira fase da etapa ficou por conta do 11 vezes campeão mundial Kelly Slater, que fez 17.00, maior pontuação do dia.

Últimas de Esporte