Léo de Deus, ouro na natação, fala de polêmica sobre continência: 'É respeito'

Filho de militar aposentado, dono de três medalhas em Toronto, fala sobre a relação com as Forças Armadas: 'É um jogo de ganha-ganha'

Por O Dia

Canadá - As Forças Armadas sempre fizeram parte da vida de Leonardo de Deus. O nadador, bicampeão dos Jogos Pan-Americanos nos 200m borboleta, é filho de um ex-oficial da Força Aérea Brasileira, portanto este é um mundo conhecido para o medalhista desde a infância. Hoje, integra o Programa de Atletas de Alto Rendimento das Forças Armadas e é 3º sargento do Exército, que mensalmente lhe paga um salário. "É uma verba que não é muito e nem tão pouco, mas ajuda bastante".

Léo de Deus foi bicampeão pan-americanoUSA Today Sports

Ao receber sua medalha de ouro em Toronto, Leonardo prestou continência, gesto repetido por outros atletas-militares em diversas ocasiões neste Pan. "É por respeito a nossa bandeira", afirma o atleta, que além do ouro faturou dois bronzes (400m livre e 200m costa).

A iniciativa gerou polêmica e dividiu opniões. O atleta, que atualmente defende as cores do Corinthians, deu sua opinião sobre o assunto: "Quando é em outros países, o brasileiro acha legal. Quando um atleta brasileiro faz isso pelo seu próprio país, aí a pessoa já procura o lado negativo".

Reportagem de Victor Moraes.

Últimas de Esporte