Dirigente do Bayern de Munique garante que Thomas Müller não será vendido

Karl-Heinz Rummenigge ainda afirmou que, quando se aposentar, o jogador poderá ter algum cargo no clube alemão

Por O Dia

Alemanha - Karl-Heinz Rummenigge, executivo-chefe do Bayern de Munique, garantiu nesta quarta-feira que o meia-atacante Thomas Müller não será negociado nesta ou nas próximas janelas de transferências do mercado europeu.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e jogos: os destaques do futebol internacional

"Thomas é intransferível. Tenho a sensação de que ele nunca deixará o Bayern. Quando encerrar a carreira, se ele quiser, gostaríamos de integrá-lo de alguma maneira ao clube", disse o dirigente, em entrevista à revista "Sport Bild".

Thomas Müller não deixará o Bayern de MuniqueDivulgação

O maior interessado na contratação de Müller seria o Manchester United, que é treinado pelo holandês Louis Van Gaal, justamente o comandante que deu a primeira chance ao jogador nos profissionais do time bávaro. A oferta, de acordo com a imprensa europeia, seria de aproximadamente 100 milhões de euros (R$ 373,7 milhões).

O meia-atacante poderia ser seduzido, principalmente, devido aos problemas de relacionamento com o espanhol Josep Guardiola, técnico do Bayern.

Müller, de 25 anos, está desde os 10 no clube de Munique, com quem tem contrato até junho de 2019.

Últimas de Esporte