Nelson Piquet causa polêmica e dispara contra Ayrton Senna: 'Sempre foi sujo'

Ex-piloto brasileiro não concordava com o estilo de Senna nas pistas das Fórmula 3 e 1

Por O Dia

Hungria - O que era para ser um bate-papo com jornalistas acabou virando um desabafo com fortes declarações. Nelson Piquet participava normalmente de um evento como um dos convidados de honra da 30ª edição do Grande Prêmio da Hungria de Fórmula 1, quando começou a falar de Ayrton Senna.

LEIA MAIS: Notícias, treinos e provas: confira o mundo da Fórmula 1

Nelson Piquet chamou o estilo de pilotagem de Senna de sujoReprodução Internet

Segundo o "Blog do Ico", do portal UOL, em um determinado momento, o ex-piloto estava conversando com três jornalistas locais: Sandor Meszaros, Peter Farkas e Barna Zsoldos. No diálogo, o brasileiro lembrou momentos da sua carreira e também argumentou que Ayrton Senna teria escolhido atitudes sujas durante sua carreira na F-1.

“Ele sempre foi muito sujo na sua carreira. Ganhou o campeonato de F-3 porque ele bateu no Martin Brundle, em Brands Hatch, na última corrida, acabou com o carro em cima. (O acidente a que Piquet se refere aconteceu em Oulton Park, na 17ª etapa das vinte realizadas). Fez o mesmo com Prost em 90 para ganhar o campeonato. Eu não concordo com isso. No automobilismo, você precisa ser limpo. Quer ser campeão? Tudo bem. Mas precisa ser limpo. Ele não era limpo na pista. Foi por isso que mostrei o dedo do meio para ele”, teria comentado Piquet.

O ex-piloto ainda falou sobre o episódio em que ele teria mostrado o dedo do meio para Senna no mesmo GP da Hungria. Piquet se defendeu.

"Você viu toda a ultrapassagem? Você viu as duas voltas anteriores? Olhando com calma, na primeira vez eu tento por dentro, e ele me empurra para o lado sujo da pista. E na segunda vez ele tenta fazer o mesmo. Mas ao invés de ir para a direita, eu coloco de lado pela esquerda e ele não esperava isso”, encerrou.

Últimas de Esporte