Lesão no ombro faz Cesar Cielo abrir mão do Mundial de Esportes Aquáticos

Nadador brasileiro deixou a competição em Kazan, na Rússia, por recomendações médicas, visando a Olimpíada de 2016

Por O Dia

Rússia - Cesar Cielo está fora do Mundial de Esportes Aquáticos em Kazan, na Rússia. A decisão foi do médico da equipe brasileira, Gustavo Magliocca, após o nadador se queixar de dores no ombro esquerdo durante mais de um mês. Ao passar por exames, ficou constatado que a lesão no tendão supra espinhoso poderia ser agravada caso o atleta continuasse na competição. Na segunda-feira Cielo ficou apenas com o 6º lugar nos 50m borboleta.

LEIA MAIS: Basquete, vôlei, tênis e muito mais: acompanhe os esportes olímpicos

"Essa lesão foi evoluindo à medida que ele nadava. Ontem (terça-feira) tivemos 24 horas de repouso e pudemos observar melhor a evolução da lesão. Optamos em fazer um ultrassom do ombro que mostrou que o processo inflamatório era maior e um pouquinho mais avançado do que a gente imaginava, acrescentando outros diagnósticos à hipótese inicial médica. Considerando o estado físico dele, o pouco tempo que tínhamos aqui e, principalmente, o foco nos Jogos Olímpicos Rio 2016, optamos pelo corte neste momento para preservá-lo e iniciar o mais rápido possível a reabilitação desse ombro", explicou o médico.

Para a prova que Cielo disputaria na próxima sexta-feira, os 50m livre, o Brasil poderá contar com Bruno Fratus, que recentemente conquistou medalha de prata na modalidade no Pan de Toronto.

Cielo está fora do Mundial de Esportes Aquáticos em KazanEfe


Últimas de Esporte