Macaé na base da superação

Equipe do Norte Fluminense terá orçamento mais limitado

Por O Dia

Rio - O Macaé já definiu seu lema para a próxima temporada: superação. Com um orçamento mais limitado, o time vai apostar na mescla de jovens valores com atletas experientes. O técnico Léo Costa prevê dificuldades. “Vai ser um ano mais complicado, de superação. Temos de ter este espírito e contar com a compreensão e o auxílio da torcida, para dar força aos garotos”, afirma.

Léo Costa aposta no elenco e na força da torcida para o Macaé ir bem na temporadaJoão Pires/LNB

O clube renovou com Márcio Dornelles, experiente ala de 39 anos, Pedrinho Rava, Eddy, Maique e João Phylippe. Além do time sub-22, Murilo e Matheus chegam para integrar a equipe principal. Outro reforço anunciado é Anderson Mosso, ala-pivô de 33 anos que estava no Rio Claro.

“Estamos nos reorganizando para a temporada, com algumas adaptações, com orçamento mais restrito, ajustando algumas coisas da equipe. Mantivemos a base, com Eddy, Márcio e João. Pedrinho e Maique, do sub-22, e que já participaram do trabalho do ano passado”, diz Léo Costa. Agora, o Macaé mira mais duas contratações para fechar o elenco: um armador e um pivô .

SEM O ÍDOLO JAMAAL

Com menos grana, o Macaé não conseguiu manter o ídolo Jamaal, que foi para o São José. “Ele se identificou muito, tanto com a comissão técnica quanto com a torcida e foi muito bem na temporada anterior, natural que tivesse valorização. Não havia como mantê-lo. Ele saiu com as portas abertas e acredito que ainda volte a vestir a camisa do Macaé”, revela Léo Costa.

FEITO PARA REPETIR

Na última temporada, o Macaé por pouco não alcançou a semifinal do NBB — caiu nas quartas de final, para o Mogi, por 3 a 2. Em tempos difíceis, a campanha serve como inspiração. “A temporada foi surpreendente, porque, comparando com outras equipes, não tínhamos um orçamento muito grande. Na minha opinião, foi uma temporada excelente”, completa Léo Costa.

Últimas de Esporte