Preocupado com assédio, Bayern quer pôr fim a boatos sobre saída de Götze

Mesmo não sendo titular, o meia desperta interesse em clubes europeus. Arsenal e Manchester United seriam os destinos

Por O Dia

Alemanha - Atual campeão alemão, o Bayern de Munique quer pôr fim aos boatos na mídia sobre o futuro de Mario Götze, que ainda não é um titular constante em sua terceira temporada no time.

O meio-campista de 23 anos, que marcou o gol da vitória da Alemanha na final da Copa do Mundo do ano passado contra a Argentina, começou a temporada atual novamente como um reserva pouco usado e está se recusando a comprometer seu futuro com o Bayern, embora seu contrato com o clube vá até 2017. Rumores têm ligado vários times europeus de ponta, como os ingleses Arsenal e Manchester United, ao jogador.

Götze não comemora o gol marcando contra o DortmundEfe

“Podemos concordar em uma coisa, deixar Mario jogar futebol?”, indagou o diretor esportivo do Bayern, Matthias Sammer, aos repórteres após a vitória de 3 x 1 no amistoso de segunda-feira com o Dynamo Dresden. “Ele conta com a nossa confiança, mas precisamos deixar o garoto em paz.”

O técnico Pep Guardiola o utilizou durante todos os 90 minutos em só 16 dos 34 jogos da equipe no Campeonato Alemão na temporada passada, despertando questionamentos sobre seu futuro.

Götze desabafou sua frustração no início deste mês, dizendo que os dois anos passados desde que deixou o Borussia Dortmund foram difíceis.

“Vamos ver o que acontece”, comentou. “Vou deixar as coisas virem a mim”.

O presidente-executivo do Bayern, Karl-Heinz Rummenigge, respondeu afirmando que o jogador ainda tem dois anos em seu contrato e que Götze está determinado a ficar e lutar por uma vaga na equipe.

Últimas de Esporte