Valencia bate Monaco, e Espanha pode ter cinco times na fase da de grupos

Com a vitória de 3 a 1 nesta quarta-feira, equipe espanhola encaminha vaga na próxima fase da Liga dos Campeões

Por O Dia

Espanha - O Valencia venceu em casa o Monaco por 3 a 1, nesta quarta-feira e deu um passo importante para garantir a presença de cinco equipes espanholas na fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa, em dia de vitória também para o Shakhtar Donetsk na casa do Rapid Viena, com gol de Marlos, ex-São Paulo e Coritiba.

Mal a bola rolou, o Valencia partiu para cima e conseguiu abrir o placar aos quatro minutos da etapa inicial, com o atacante Rodrigo Moreno, filho do ex-lateral-esquerdo Adalberto, que defendeu o Flamengo nos anos 80. Também aos quatro, mas no segundo tempo, os visitantes chegaram ao empate com o meia Mario Pasalic. Aos 14 da etapa final, graças a um gol do meia Dani Parejo, o Valencia voltou a ficar na frente, e aos 40, após cochilada da zaga do Monaco, o argelino Sofiane Feghouli acertou um belo chute e definiu o marcador do confronto.

Com a vitória por 3 a 1 sobre o Mônaco%2C o Valencia está próximo de garantir vaga na próxima faseEfe

Com o resultado, o time espanhol deu um passo importante para tentar garantir cinco representantes do país na fase de grupos da Champions, algo inédito desde que a competição passou a ter o formato atual. Barcelona, Real Madrid, Atlético de Madrid e Sevilla já estão garantidos entre os 32 da próxima etapa do torneio. Na próxima terça-feira, o Valencia selará a vaga até se perder por um gol de diferença. O Monaco, que hoje contou com o lateral-direito Fabinho e o zagueiro Wallace, por sua vez, precisará vencer por 2 a 0 ou por três ou mais gols de diferença. Caso devolva o placar do jogo de hoje, o confronto irá para a prorrogação.

Na Áustria, o Shakhtar Donetsk ficou muito perto de assegurar um lugar na fase de grupos, ao bater o Rapid Viena pelo placar simples no estádio Ernst Happel. Com isso, o time ucraniano precisará apenas de um empate em casa para ficar com a vaga. O gol isolado do duelo foi marcado pelo meia Marlos aos 44 minutos do primeiro tempo em bela jogada, com direito a drible desconcertante em adversário após cruzamento da esquerda.

Além do artilheiro da noite em Viena, o time laranja e negro teve como titulares o lateral-esquerdo Márcio Azevedo, o volante Fred, e os atacantes Alex Teixeira e Taison. O meia-atacante Bernard e o centroavante Eduardo da Silva, que é naturalizado croata, entraram no decorrer da etapa final. O Celtic, por sua vez, superou o Malmö, da Suécia, por 3 a 2, em seus domínios. O atacante escocês Leigh Griffiths, duas vezes e o meia israelense Nir Bitton marcaram para o time de Glasgow, enquanto o norueguês Jo Inge Berget, balançou as redes duas vezes, descontando para os visitantes.

Marlos marcou o gol da vitória do Shakthar Donestk por 1 a 0 sobre o Rapid VienaEfe

Na Suíça, o Maccabi Tel Aviv arrancou empate com o Basel em 2 a 2 aos 51 minutos do segundo tempo, depois de ter, inclusive, largado na frente do placar. O herói do time israelense foi o meia Eran Zahavi, que já havia feito o primeiro gol da partida. O atacante argentino Matías Delgado e o meia-atacante suíço Breel Embolo marcaram para o time da casa.

Na Albânia, o Dínamo de Zagreb também saiu atrás do placar e acabou levando a melhor, na casa do Skënderbeu por 2 a 1. o veterano Blendi Shkëmbi abriu o placar de falta, para os anfitriões, mas o argelino El Arabi Hilal Soudani e o croata Josip Pivaric reverteram o marcador contra o time dos brasileiros Esquerdinha e Ademir.

Últimas de Esporte