Roger Federer passa por Djokovic e confirma supremacia em Cincinnati

Suíço vence por 2 sets a 0 e garante sétima título do torneio

Por O Dia

Rio - O suíço Roger Federer ampliou neste domino a supremacia no Masters 1.000 de Cincinnati, conquistando o sétimo título, segundo consecutivo, graças a vitória sobre o número 1 do mundo, o sérvio Novak Djokovic. O veterano de 34 anos levou a melhor na final de hoje por 2 sets a 0, com parciais de 7-6 (1) e 6-3, em uma hora e dez minutos de duelo.

Roger Federer conquistou o sétimo título de sua carreira do Masters 1.000 de CincinnatiEfe

Com o desempenho hoje, Federer terminou a competição sem perder um set sequer. Com a sétima conquista em Cincinnati - as outras foram em 2005, 2007, 2009, 2010, 2012 e 2014 -, o suíço ainda garantiu ascensão do ranking mundial, voltando a ocupar a segunda colocação, deixando o britânico Andy Murray para trás.

Este foi o 24º título da categoria Masters 1.000 da carreira de Federer, que assim fica a um de se igualar a Djokovic e a três do espanhol Rafael Nadal, recordista absoulto. Na decisão de hoje, o número 1 do mundo voltou a mostrar grande desgaste físico, o que já havia acontecido na semana passada, em duelo com Murray pelo título dos Masters 1.000 de Montreal, no Canadá.

Últimas de Esporte