'A seleção brasileira é mais dura que qualquer clube', diz lateral Rafael

Jogador do Lyon falou sobre experiência com a amarelinha

Por O Dia

França - O lateral-direito Rafael, contratado recentemente pelo Olympique de Lyon, declarou nesta quarta-feira que jogar pela seleção brasileira "é mais duro do que qualquer outra equipe porque os erros não são permitidos", em entrevista ao jornal "Le Parisien".

LEIA MAIS: Notícias, contratações e jogos: os destaques do futebol internacional

"Cometi um erro na final dos Jogos Olímpicos de 2012, um passe ruim que originou na abertura do marcador mexicano, perdemos por 2 a 1", lembrou.

Rafael falou sobre a seleção brasileiraDivulgação

Rafael afirmou que após se preparar bem na seguinte temporada e jogar para voltar à seleção, não foi mais convocado.

"Isto me desanimou. No clube, quando a gente comete erros, podemos jogar para repará-los e sermos melhores, mas na seleção é cruel."

O lateral direito de 25 anos aterrissou em Lyon há algumas semanas após ter jogado oito anos no Manchester United, equipe do que só tem boas palavras.

"Joguei com lendas do futebol lá e disputei importantes campeonatos, a Liga dos Campeões, o Mundial de Clubes... me senti realizado."

Sobre sua chegada ao clube francês, Rafael lembrou as palavras de seu ex-treinador Alex Ferguson, que disse que tinha feito "uma boa opção".

O brasileiro chegou ao Manchester junto a seu irmão gêmeo Fabio no ano 2008 e jogaram juntos várias temporadas.

"Todo o mundo brincava no vestiário porque estávamos sempre juntos. Agora que a gente não joga mais juntos, nada mudou, nos falamos diariamente."

Em relação aos brasileiros que atuam no Lyon, Rafael disse que eles estão "ajudando muito".

"Uma das razões da minha escolha foram as pessoas daqui, que eu gosto muito, e os jogadores do Brasil. Mas há pressão porque todos meus companheiros são bons."

Últimas de Esporte