Por edsel.britto

Estados Unidos - Ainda sem poder contar com sete jogadores (três ainda não se apresentaram e quatro ficaram na sala de musculação) convocados, Dunga fez o primeiro treino de preparação da Seleção nesta segunda-feira para os dois últimos amistosos antes das eliminatórias, o primeiro contra  Costa Rica, no sábado. O treinador então optou por realizar uma atividade técnica, com ênfase nos passes e um exercício para o setor ofensivo.

Na primeira parte do treino, Dunga dividiu o grupo em três. Dois times ficaram encarregados de trocar passes em campo reduzido e usar a velocidade para realizar triangulações e viradas de jogo. A cada acerto, o treinador da Seleção parabenizava os seus jogadores. O goleiro Jefferson completou uma das equipes enquanto Marcelo Grohe e Alisson ficaram fazendo um trabalho especifício com Taffarel.

Kaká e Neymar serão as principais referências da Seleção nos amistosos nos Estados UnidosLeo Correa / Mowa Press

Na outra metade do treino, Dunga selecionou os meias e atacantes – Neymar, Philippe Coutinho, Douglas Costa, Roberto Firmino, Kaká, Rafael, Willian e Hulk. Do outro lado do campo, apenas defensores. O intuito era trocar passes, buscar as aproximações e criar jogadas de perigo. O treinador gostou do que viu. Após 30 minutos de movimentação, o técnico encerrou a atividade.

Os laterais Douglas Santos e Fabinho, o zagueiro David Luiz e o meia-atacante Lucas não participaram da atividade no gramado. Os quatro ficaram na sala de musculação. Além disso, três atletas ainda são esperados até o fim do dia: Miranda, Lucas Lima e Elias.

Você pode gostar