Hamilton domina GP da Itália, Massa termina em 3º e Rosberg abandona

Mercedes e Ferrari são investigadas pela FIA por irregularidades e Hamilton pode perder primeiro lugar

Por O Dia

Itália - Lewis Hamilton dominou o Grande Prêmio da Itália neste domingo e abriu uma vantagem de 53 pontos no campeonato de Fórmula 1 após seu colega na Mercedes e rival mais próximo, Nico Rosberg, ter abandonado com o motor em chamas.

Sebastian Vettel, da Ferrari, terminou em segundo lugar, 25 segundos atrás do campeão mundial, para dar aos torcedores locais algo a comemorar na casa de sua equipe.

Com a vitória Hamilton abre vantagem de 53 pontos no campeonatoReuters

Felipe Massa ficou em terceiro com a Williams, cruzando a linha de chegada 0s3 à frente de seu colega de equipe, Valtteri Bottas.

A vitória foi a 40ª da carreira de Hamilton, uma a menos do que Ayrton Senna, seu ídolo, conseguiu, e a sétima na temporada.

Mercedes e Ferrari são investigadas pela FIA por irregularidades

O carros da Mercedes, incluindo o do britânico Lewis Hamilton, e da Ferrari, estão sendo investigadas pelos comissários do Grande Prêmio da Itália de Fórmula 1, que foi disputado neste domingo no circuito de Monza.

O motivo, segundo indicou a Federação Internacional de Automobilismo (FIA), em comunicado, seria irregularidade encontrada na pressão dos pneus dos veículos de Hamilton, do alemão Nico Rosberg, do também alemão Sebastian Vettel e do finlandês Kimi Raikkonen.

No início da prova, a pressão dos pneus de ambas as Ferrari estavam acima do mínimo permitido, enquanto os da Mercedes ficaram abaixo, em verificação. O composto traseiro esquerdo do carro do líder do Mundial estava 0,3 psi abaixo do indicado, e o do carro de Rosberg estava em 1,1 psi inferior ao que aponta o regulamento.

Com informações das agências Reuters e EFE

Últimas de Esporte