Por edsel.britto

Alemanha - Philipp Lahm está mal-acostumado. Só pode. Nesta terça-feira, enquanto Robert Lewandowski celebrava uma exibição mítica pelo Bayern de Munique, o capitão da equipe fazia questão de lembrar que o polonês poderia ter feito muito mais que os cinco gols em nove minutos. 

"Ele teve mais duas chances de marcar. Então era para ele ter ido para casa com sete gols nesta partida", afirmou o veterano lateral/meio-campista. Será que ele estava apenas brincando com seu companheiro polonês, ou simplesmente é exigente a esse ponto? Afinal, sendo uma das principais peças da seleção alemã campeã da Copa do Mundo no Brasil, ele está habituado a ver seus times marcarem sete gols... 

Lewandowski precisou de apenas nove minutos para marcar cinco gols na vitória do Bayern de MuniqueEfe

Naturalmente, Lahm estava com bom humor ao dar sua declaração. Assim como o próprio Lewandowski ao final da goleada por 5 a 1 sobre o Wolfsburg, pelo Campeonato Alemão: "Sempre que eu tocava na bola saía um gol", afirmou. 

Na verdade, aqui corrigimos o centroavante: ele precisou de exatos dez toques na bola para fazer cinco gols. Isto é, dois toques para cada vez que balançou a rede. Bela média, não, Guardiola? 

Fonte: iG

Você pode gostar