Jon Jones assume culpa em acidente de trânsito e recebe punição

Pena é de 18 meses de liberdade condicional

Por O Dia

Estados Unidos - Um dos principais nomes do MMA, Jon Jones se declarou culpado por fugir da cena de um acidente de trânsito, em abril. A pena do lutador norte-americano é de 18 meses de liberdade condicional em um Tribunal no Novo México, nos Estados Unidos. O ex-campeão do UFC também terá de cumprir 72 visitas a grupos infantis para dar palestras.

Jon Jones em foto na polícia após ser detidoDivulgação

"Estou aqui para assumir responsabilidade total pelo que aconteceu e por minhas ações. Espero que você possa me dar uma oportunidade de me redimir", declarou Jon Jones à corte.

LEIA MAIS: Notícias, lutas e bastidores: tudo do mundo do MMA

Em abril, Jon Jones se envolveu em um acidente de carro - o veículo era alugado por ele. Na ocasião, o lutador fugiu do local sem prestar socorro à vítima, uma mulher grávida. Pela polêmica, o ex-campeão foi suspenso pelo UFC.

Esta não foi a primeira polêmica de Jon Jones. Ele já foi preso por dirigir embrigado e um exame antidoping acusou traços de metabólitos de cocaína no sangue do ex-campeão do UFC.

Últimas de Esporte