Messi solta comunicado e se defende de acusações de fraude fiscal na Espanha

Barça também se pronunciou e disse que irá proteger o atleta

Por O Dia

Espanha - O jogador argentino Lionel Messi, do Barcelona, defendeu-se da acusação de fraude fiscal e disse, através da empresa que controla seus direitos de imagem, que a decisão da Advocacia Geral da Espanha vai contra o parecer do Ministério Público.

Messi está sendo investigado na EspanhaEfe

"Nas próximas semanas, a defesa de Messi terá a oportunidade de apresentar em julgamento os seus argumentos e as provas que considerar oportunas, que confirmam a posição do Ministério Público de não acusar o argentino", escreveu em nota a Leo Messi Management.

Seu clube também se manifestou e prometeu enfrentar as "decisões externas" que querem prejudicar o Barcelona. Ressaltando que "expressou sua afeição e solidariedade a Leo Messi e sua família", o "clube continuará a oferecer total apoio e assistência nos aspectos legal, fiscal e administrativo destes procedimentos".

Messi é acusado, ao lado de seu pai Jorge Horacio, de ter criado um esquema de empresas de fachada em paraísos fiscais para sonegar impostos da renda obtida com direitos de imagem e contratos publicitários.

O crime teria ocorrido entre os anos de 2007 e 2009 e teria gerado uma sonegação de 4,1 milhões de euros. Na última quinta-feira, a Advocacia pediu a prisão por 22 meses do jogador e de seu pai pelo crime.

Um dia antes, o Ministério Público havia emitido um parecer informando que o atleta não tinha conhecimento do esquema e pediu o arquivamento do processo contra ele. Para o MP, apenas Jorge Horacio é responsável pelo crime.

Últimas de Esporte