Giba relembra polêmicas da carreira e até contusão inusitada: fratura no pênis

Campeão olímpico também falou sobre o doping por maconha

Por O Dia

Rio - Campeão olímpico, Giba relembra momentos marcantes de sua carreira na biografia "Giba Neles!". O craque do vôlei não se furtou de tópicos polêmicos, como uso de maconha, "marmelada" na Liga Mundial e até uma contusão inusitada: fratura no pênis. No programa "Morning Show", da Rádio "Jovem Pan", Giba falou que ficou fora da Liga Mundial, em 2000, por uma lesão "extraquadra".

Giba anunciou a aposentadoria no ano passadoCarlos Moraes / Agência O Dia

"Eu não sabia, depois vim descobrir que é algo natural, no ato sexual, quebrar o pênis", declarou Giba, nesta quarta-feira. Ele também falou sobre o episódio, em 2002, em que foi flagrado no antidoping por uso de maconha:

"Atletas, assim como atores e cantores, são formadores de opinião. Foi um fato que realmente aconteceu, todo mundo está sujeito a errar. Eu tinha acabado de me separar, estava em casa, em confronto com a minha família, enfim, problemas que todo mundo tem. E as pessoas acham que a gente tem de ficar sempre bem e sorrindo. Mas se naquele momento entrei no buraco eu mesmo consegui sair do buraco."

Outro ponto polêmico na carreira e na biografia de Giba é o jogo contra a Búlgaria, em 2010, pela Liga Mundial. Na ocasião, o Brasil não se esforçou para vencer e foi acusado de entregar a partida, vencida pelos europeus.

"Marmelada eu não falei, foi a imprensa que colocou. Eu fiquei chateado não pelo jogo, mas pela torcida, que virou de costas para gente. É grande a expectativa das pessoas, mas por que olhar só pra gente? Não é só a gente que faz (poupar principais jogadores)", declarou.

Últimas de Esporte