Taxista-pescador fisga uma piraúna gigante

Odnildo utiliza os fins de semana para pescar com amigos

Por O Dia

Rio - Odnildo Gomes da Silva, aos 64 anos, se orgulha de ter construído a sua vida e a da família à base de muito trabalho e honestidade ao volante de seu táxi pelas ruas do Rio. Mas, nos fins de semana em que sempre reservou às pescarias com os amigos, faltava fisgar aquele grande peixe.

“De tanto esperar, ele já pensava até em deixar de sair ao mar, achando que não tinha sorte”, lembra o parceiro Emerson Elias.

A grande virada veio no início deste mês. A bordo da traineira do mestre Gilmar, na Costa Verde, fisgou essa piraúna gigante, de mais de 19,3 kg, depois de uma boa briga de mais de meia hora. No barco, a turma inteira festejou. Pelo peixe e por Odnildo, que não deixará de rachar nas despesas para as próximas pescarias.

Odnildo Gomes da Silva tem 64 anosReprodução Internet

COM O BISPO

A emissão de licenças de pesca amadora continua suspensa. A assessoria do Ministério da Agricultura disse à coluna que uma comissão interministerial ainda estuda o que fazer. Quem precisar renovar ou tirar o documento que reclame ao bispo.

OLIMPÍADAS PESQUEIRAS

O Ministério da Pesca acabou e já foi tarde. Mas a pasta deixa recordes difíceis de ser batidos. Desde que foi criada, em julho de 2009, foi a que mais trocou de ministros para atender a interesses políticos. Foram seis titulares, uma média de um por ano.

FARRA DA COMPANHEIRADA

Também foi a Pesca que mais nomeou funcionários sem concurso público. Os dados são do Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos. Em dezembro de 2014, o MPA tinha 98,1% dos cargos ocupados por servidores sem vínculo.

MENOS MAL

Talvez isso explique outra marca negativa. O extinto MPA foi o que mais demitiu na reforma para cortar gastos do governo. A coluna apurou que a maioria dos 544 funcionários foi detonada.

GRAN FINALE

No apagar das luzes, a pasta ainda viu preso por corrupção o seu secretário-executivo. Quem deveria cuidar da fiscalização era o chefe da gangue. Liberava barcos irregulares e a pesca de animais em extinção corria solta.

ORCA NA URCA

Neste domingo, vai rolar a 4ª edição da gincana de pesca do clube Orca no murinho da Urca. Será das 7h30 ao meio-dia. Haverá disputas e premiações nas modalidades masculino, feminino, master, sênior e juvenil. O torneio é aberto a todos os pescadores amadores. Basta que apresentem a licença. As inscrições (R$ 70) podem ser feitas na hora e no local ou pelo tel.: (21) 99961-2348.

DICAS DE PEIXES

DE CARLINHOS PIRAÚNA:

Saída do canal do Leblon — pampo (dia); Arpoador — pampo (dia), olho-de-cão (noite); Praia de Copacabana — papaterra (noite); Leme — corvinota, olho-de- cão (noite), guaivira e ubarana (dia); Praia Vermelha — lula (noite); Murinho da Urca — carapicu (dia)

DE GILBERTO OHOISHI:

(22) 99839-6442: em Arraial do Cabo, na Praia Grande —tira-e-vira, corvina, lanceta e goete; na Ponta do Focinho— maria-mole, castanha, goete, lanceta, corvina e tira-e-vira; no Largo da Ilha do Farol — peroá, pargo, olho-de-cão e cavalinha; no Largo da Pedra Vermelha — pargo, peroá, cavalinha e olho-de-cão; na Boca da Barra de Arraial — maria-mole, castanha e goete; na Ponta da Prainha — maria-mole, goete e cavalinha e espada (tarde).

Últimas de Esporte