Zidane se mostra abalado com ataques em Paris: 'Muito difícil falar'

Ex-jogador e ídolo na França

Por O Dia

França - O ídolo francês Zinedine Zidane, atualmente técnico do Real Madrid Castilla, lamentou neste sábado os atentados terroristas ocorridos em Paris há oito dias e afirmou que, apesar da dificuldade em falar a respeito, vem acompanhando com tristeza a situação da capital de seu país

Zidane é o treinador do time B do Real MadridEfe

. "Vivi, e todos vivemos pela televisão em Madri o que os franceses sentiram. É muito difícil falar quando há tanta dor, tanta tristeza, angústia e horror. É tristeza, muita tristeza", lamentou o astro ao jornal francês "L'Équipe".

Zidane revelou que seu pensamento está sobretudo nas 130 vítimas dos atentados, assim como as pessoas próximas a elas, como familiares e amigos. Nessas circunstâncias, o ex-meia reconheceu que tem dificuldades para se pronunciar ou mesmo participar de grandes eventos, como a partida promovida pelo Unicef há uma semana. 'Zizou' e o compatriota fariam parte do jogo beneficente em Old Trafford, mas não compareceram devido aos ataques.

Últimas de Esporte