Murray vence Goffin e tira Grã-Bretanha de fila de 79 anos na Copa Davis

Jejum britânico era o maior entre os países que já haviam sido campeões do torneio. Rival batido foi a Bélgica

Por O Dia

Inglaterra - Andy Murray venceu neste domingo o belga David Goffin por 3 sets a 0, com parciais de 6-3, 7-5 e 6-3 e garantiu o primeiro título da Grã-Bretanha na Copa Davis depois de 79 anos, encerrando o maior jejum entre os países que já levantaram taça do torneio por equipes.

O confronto entre os número 1 de cada finalista foi o quarto da série. Na abertura, em simples, os dois rivais do dia venceram seus jogos, mas os britânicos pularam na frente ontem, quando Andy e o irmão Jamie venceram a partida de duplas.

Murray definiu vitória da Grã-Bretanha sobre a BélgicaEfe

Com isso, hoje, bastava uma vitória para os visitantes garantirem o troféu, no pavilhão Flanders Expo, em Gent. Andy Murray obteve o resultado necessário em duas horas e 54 minutos, frustrando o público local, que esperava ver a Bélgica campeã pela primeira vez na história, depois de um vice em 1904.

O quinto jogo programado, que seria entre Ruben Bemelmans e Kyle Edmund, que não influiria mais na decisão sobre o campeão, acabou sendo cancelado.

O último título da Grã-Bretanha havia acontecido em 1936, com vitória sobre a Austrália na decisão, disputada em Wimbledon. Depois disso, foram cinco derrotas no confronto derradeiro, a última no ano passado, para a Suíça.

Ao todo, os britânicos já conquistaram dez títulos, ficando atrás apenas de Estados Unidos, com 32, e Austrália, com 28, na galeria dos maiores campeões da Davis.