Dunga diz que já sofreu ameaça de empresário por não convocar jogador

Treinador revelou ter recebido uma mensagem como represália porque não ter chamado determinador atleta

Por O Dia

Rio - Em entrevista ao Esporte Espetacular, neste domingo, Dunga fez uma revelação polêmica. O treinador confessou que já sofreu pressão e inclusive foi ameaçado por empresários por conta da não convocação de determinado jogador.

"Não, de jeito nenhum (tive pressão para convocar). Mas tivemos problema de não convocar jogadores e de certa forma ser ameaçado por mensagem", afirmou Dunga.

Dunga preferiu não revelar o nome do empresário que fez a ameaça, mas aproveitou para avisar que tal prática não funciona com ele: "Eles comandam futebol, não adianta fazer coisa certa que eles vão se reunir e vir contra nós. São coisas que acontecem no futebol. Mas foi só um episódio. Os outros entenderam, que não adianta assessor e empresário falar, tem de jogar", disse.

Dunga disse já ter recebido ameaça de empresário por não ter convocado jogadorEfe

O treinador também aproveitou para falar sobre a pressão vivida a frente da Seleção. Segundo ele, os problemas políticos da CBF contribuem para um ambiente conturbado: "Se bater na seleção vai ter mais mídia, se bater na política, torcedor não está muito afim desta questão".

Sobre as críticas feitas pelo senador Romário, Dunga disse ter estranhado tal atitude por conta do relacionamento entre os dois: "Decepcionante é muito forte, mas não esperava porque ele me conhece, sabe da minha conduta. Foi o que causou estranheza, talvez venha do que eu falei, colocam todo mundo junto. Brasil tem liberdade, democracia, também acho que deva ter, mas com responsabilidade".

Últimas de Esporte